PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Daniel Alves faz desabafo após jogo do SPFC suspenso: 'Inadmissível'

Daniel Alves, jogador do São Paulo - Divulgação/SãoPauloSPFC
Daniel Alves, jogador do São Paulo Imagem: Divulgação/SãoPauloSPFC

Colaboração para o UOL, em São Paulo

09/08/2020 18h55

Classificação e Jogos

Após a suspensão da partida contra o Goiás, que teve 10 atletas diagnosticas com o novo coronavírus, Daniel Alves, meio-campista do São Paulo, desabafou em suas redes sociais. O jogador afirmou que se sentiu exposto e eximiu seus colegas de profissão de qualquer responsabilidade pela experiência por que passaram.

"Eu gostaria de dizer que é inadmissível o que aconteceu hoje, não é por irresponsabilidade que tenhamos que viver esse tipo de coisa que fomos expostos a viver hoje. Ou criamos uma consciência e somos profissionais ou é uma perda de tempo o que estamos fazendo! Se é a vida o mais importante, então o resto não tem sentido! Obrigado por nada!", escreveu em sua conta no Instagram.

Posteriormente, Rafael Moura, do Goiás, escreveu isto para Daniel:

"Dani, em nome do Goiás, venho para te dar uma explicação de atleta para atleta. Infelizmente fomos pegos de surpresa com a quantidade de exames positivos, agora já sabendo que tivemos prova e contraprova. Eu fui um deles, e confesso que o Goiás tem seguido à risca todos os protocolos. Somos testados toda semana, usando máscaras nas dependências do clube; seguimos a cartilha fazendo o trajeto casa/CT, CT/casa já uniformizados e prontos para entrar em campo, após a medição de temperatura e passagem pela cabine de desinfecção na entrada e saída."

"Infelizmente estamos expostos ao vírus invisível, e pode acontecer com qualquer atleta que está disposto a sair de casa e ir exercer sua profissão, e talvez um de nós infectado transmitiu aos demais, entre um teste e outro. Coisa para se refletir a conduta dos testes ou aumentar a proximidade dos mesmos. Pedimos desculpas ao São Paulo e a todos os atletas, mas uma coisa repito: fugiu ao controle mesmo com todas as medidas e protocolos seguidos à risca", acrescentou o atacante.

"Em tempo, te falo também que fomos testados na quinta-feira, o teste foi invalidado por erro de armazenagem, testamos novamente na sexta, e o resultado saiu hoje às 9h40 da manhã. Tentamos a inscrição de novos atletas para vocês não perderem a 'viagem', mas nos foi negada essa opção! Então o bom senso foi o adiamento o jogo, pois você, um cara vencedor e competitivo que é, não gostaria de enfrentar uma equipe com dois reservas e sem goleiro no banco!", afirmou.

"O erro maior foi o tempo hábil para realização do jogo, pois se tudo ocorre normal nossos resultados teriam saído na sexta, dando tempo de escalar jogadores disponíveis e sendo realizada a partida! Temos muito a melhorar ainda e aprender nesse novo futebol! Desejo sorte a você e sua equipe no campeonato e logo nos encontraremos! Com a certeza e muita oração que tudo passe bem com os 10 atletas infectados e nossos familiares", concluiu o atleta do Goiás.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu pela suspensão do jogo entre Goiás x São Paulo após pedido do próprio clube goiano, que teve dez jogadores testando positivo para covid-19 antes do jogo. Os resultados dos testes saíram apenas na manhã de hoje, aproximadamente seis horas antes da partida que estava marcada para as 16h no estádio Serrinha, em Goiânia

São Paulo