PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Com Diniz e Raí já pressionados, SPFC estreia no Brasileiro contra o Goiás

Técnico Fernando Diniz - Thiago Calil/AGIF
Técnico Fernando Diniz Imagem: Thiago Calil/AGIF

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

09/08/2020 04h00

Classificação e Jogos

Apesar de o Campeonato Brasileiro começar hoje (9) para o São Paulo, a pressão é grande no Morumbi. Após a eliminação precoce do Tricolor no Paulistão, há quem peça por mudanças no departamento de futebol do clube. O técnico Fernando Diniz, o executivo Raí e o gerente Alexandre Pássaro são os principais alvos de questionamentos internos. Por isso, o clima para o jogo desta tarde, a partir das 16h, em Goiânia, contra o Goiás, é de decisão.

Ontem (8), no Aeroporto de Guarulhos, no embarque da equipe, por exemplo, integrantes da organizada, Independente, já protestaram contra o time e a diretoria. O presidente do clube, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, não cogitou até o momento fazer uma troca no comando do departamento e também deu seu voto de confiança ao treinador. Porém, um resultado negativo hoje deve aumentar ainda mais a temperatura nos bastidores.

Vale se lembrar de que no início do ano (em fevereiro) já houve questionamento ao trabalho de Diniz — com gritos de "burro" no Morumbi. Na época, o clube chegou até a fazer um vídeo de apoio ao treinador.

O time depois emplacou uma boa sequência antes da pausa nas competições por causa da pandemia do novo coronavírus. Porém, no retorno do estadual, a equipe considerada disputou duas partidas, levou seis gols e sofreu duas derrotas, para Bragantino Red Bull e Mirassol, respectivamente. Só o time reserva que derrotou o Guarani, ainda na fase de grupos.

Segundo apurou o UOL Esporte, o departamento de futebol ainda tem a convicção de que Diniz é o nome certo para comandar o Tricolor. O treinador também tenta se manter distante da pressão para focar no trabalho. No entanto, dentro do próprio clube, dirigentes que atuam em departamentos no Morumbi pedem a troca de comando.

Para complicar ainda mais a situação, a segunda rodada do São Paulo no nacional marca o reencontro com Rogério Ceni, no Morumbi. O ex-goleiro comandará o Fortaleza, na próxima quinta-feira.

Diniz foi contratado para o lugar de Cuca durante o Brasileiro de 2019. O técnico comandou a equipe em 30 partidas até agora, obteve 14 vitórias, sete empates e nove derrotas (54,4% de aproveitamento dos pontos).

Mudança no time

Insatisfeito com o resultado no Paulistão, Diniz deve promover mudanças na escalação do time nesta estreia no Brasileirão. É provável que o treinador reforce o seu meio de campo, ao tirar Alexandre Pato do ataque e colocar Liziero. Desta maneira, também, Daniel Alves poderá ganhar mais liberdade para criar as jogadas.

Ficha técnica

Goiás x São Paulo

Data: 9 de agosto de 2020, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Local: Hailé Pinheiro (Serrinha), em Goiânia (GO)
Competição: Campeonato Brasileiro, 1ª rodada
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN/CBF)
Assistentes: Jean Márcio dos Santos (RN/CBF) e Vinicius Melo de Lima (RN/CBF)
Quarto árbitro: Breno Vieira Souza (RN/CBF)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN/CBF)

GOIÁS: Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Sandro, Ratinho e Keko; Douglas Baggio, Victor Andrade e Rafael Moura. Técnico: Ney Franco

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinícius), Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Liziero (Luan), Tchê Tchê, Daniel Alves e Igor Gomes; Pablo e Vitor Bueno. Técnico: Fernando Diniz

São Paulo