PUBLICIDADE
Topo

Futebol

F. Melo fora? Cantillo joga? Escalações de Palmeiras e Corinthians na final

Patrick de Paula e Gabriel disputam bola no Dérbi na Arena Corinthians - Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Patrick de Paula e Gabriel disputam bola no Dérbi na Arena Corinthians Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Samir Carvalho e Thiago Ferri

Do UOL, em São Paulo

08/08/2020 04h00

Palmeiras e Corinthians decidem hoje (8), às 16h30, no Allianz Parque, o título paulista de 2020. Depois do 0 a 0 na Arena Corinthians, a equipe que vencer nesta tarde irá comemorar a conquista - um novo empate leva a decisão para os pênaltis.

O Verdão optou pelo mistério na preparação do jogo. A maior dúvida é a condição de Felipe Melo: o zagueiro está em tratamento durante toda a semana por uma lesão na coxa esquerda. Ele corre contra o tempo para atuar, após ficar fora da primeira decisão.

Caso não seja possível, Luan e Gustavo Gómez formarão novamente a dupla de zaga. Uma outra possível troca está mais na frente, caso Vanderlei Luxemburgo decida recolocar Willian na vaga de Zé Rafael, escolhido em Itaquera para dar mais proteção ao lado esquerdo alviverde.

A provável escalação do Palmeiras tem: Weverton; Marcos Rocha, Luan (Felipe Melo), Gustavo Gómez e Viña; Patrick de Paula, Gabriel Menino, Ramires e Zé Rafael (Willian); Rony e Luiz Adriano.

No Corinthians, o meia Victor Cantillo, recuperado de Covid-19, seguirá como opção no banco de reservas para a decisão. O técnico Tiago Nunes manterá o volante Éderson como titular ao lado de Gabriel para formar a dupla de volantes.

Cantillo inicia no banco por dois motivos: o colombiano ainda não está 100% fisicamente e por opção tática. O camisa 24 deve ser utilizado no segundo tempo. No restante, o time será o mesmo das últimas três partidas: Red Bull, Mirassol e Palmeiras.

O Corinthians entra em campo com a seguinte escalação: Cássio, Fagner, Gil, Danilo Avelar, Carlos Augusto; Gabriel, Éderson, Luan, Ramiro, Mateus Vital; Jô.

Caso conquiste o título, o Verdão encerrará um jejum de 12 anos sem faturar o Estadual. O Timão, por sua vez, busca o tetracampeonato paulista consecutivo, feito inédito na fase profissional do futebol.

Futebol