PUBLICIDADE
Topo

Grêmio

Grêmio pode receber mais por venda de Everton Cebolinha

Everton comemora gol do Grêmio sobre o Palmeiras, jogador deve fechar com o Benfica - Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Everton comemora gol do Grêmio sobre o Palmeiras, jogador deve fechar com o Benfica Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek, Marinho Saldanha e Thiago Fernandes

Do UOL, em Porto Alegre (RS) e Belo Horizonte (MG)

07/08/2020 12h00

O Grêmio deve fechar a venda de Everton Cebolinha para o Benfica ainda hoje (7). Em reunião, o clube gaúcho tende a acertar os detalhes restantes para concluir a transferência do atacante de 24 anos. Um dos pontos que mudaram desde o início das conversas é a forma de pagamento dos 22 milhões de euros (R$ 140,6 milhões na cotação atual) estabelecidos como preço do jogador.

Em vez de efetuar o depósito em parcela única, os portugueses solicitaram pagamento dividido em quatro anos. O Grêmio topa o formato, desde que isso inclua correção monetária. Desta forma, valor pula para perto de 24 milhões de euros pela negociação (R$ 153,4 milhões na cotação atual).

O Grêmio ainda utiliza a mesma estratégia que teve na saída de Arthur para o Barcelona e colocará gatilhos para receber mais dinheiro de acordo com o aproveitamento do jogador no clube português.

Com o crescimento do valor total, o Tricolor também vê aumentar seu percentual nos direitos do atleta. Nas conversas de ontem, das quais Everton e seu empresário não fizeram parte, o clube gaúcho trabalhou com investidores e parceiros nos direitos do Cebolinha para acertar pagamentos de acordo com os depósitos do Benfica.

Conforme apurou o UOL Esporte, a única parte irredutível no processo é o Fortaleza, que alega a crise financeira no futebol em razão da pandemia de novo coronavírus para pedir seus 10% imediatamente.

Ainda de acordo com apuração da reportagem, a negociação ocorre de forma tranquila, e a tendência é que ela se conclua até o fim de semana. Desta forma, Everton não jogaria contra o Fluminense, domingo, pelo Campeonato Brasileiro, e embarcaria até segunda-feira para Portugal.

Grêmio