PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2020

Paulistinha surgiu com P. Nunes para subestimar taça alvinegra como "menor"

Luiz Felipe Scolari dá instruções para Paulo Nunes durante treino do Palmeiras em 1999 - Jorge Araújo/Folhapress
Luiz Felipe Scolari dá instruções para Paulo Nunes durante treino do Palmeiras em 1999 Imagem: Jorge Araújo/Folhapress

Do UOL, em Santos (SP)

05/08/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Expressão Paulistinha ficou mais famosa em 2018, após frase de Maurício Galiotte
  • "É um campeonato de vergonha. Palmeiras é maior que Paulistinha", disse presidente
  • Expressão já havia sido dita por Paulo Nunes em 1999, após outra decisão do Paulista
  • Palmeirense usou termo para menosprezar Estadual conquistado pelo Corinthians
  • Alviverde havia conquistado a Copa Libertadores dias antes, contra o Deportivo Cali

A expressão "Paulistinha" ficou famosa, recentemente, quando o presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte, assim classificou a conquista do Estadual corintiano, no Allianz Parque, em 2018, após a confusão de um pênalti assinalado para o time alviverde, mas que mais de 10 minutos depois teve sua marcação anulada por causa de uma suposta interferência externa.

A expressão, porém, foi dita quase 20 anos antes e sempre foi lembrada por torcedores palmeirenses quando o então atacante Paulo Nunes assim chamou a conquista corintiana no Estadual de 99 como uma tentativa de menosprezo — quatro dias antes, a equipe alviverde havia conquistado a Libertadores, e, semanas antes, eliminado o arquirrival justamente no torneio continental

Vale destacar também o contexto da frase de Paulo Nunes. Ela foi dita logo após a histórica briga na final do Campeonato Paulista de 1999, iniciada depois que Edilson Capetinha, do Corinthians, fez embaixadinhas nos minutos finais da partida, com o título já praticamente garantido.

"Nós não temos culpa se eles não ganharam a Libertadores. Dá o Paulistinha pra eles, fica com o Paulistinha que é o título que eles merecem", disse o ex-atacante palmeirense, que ainda aproveitou para provocar o rival ao desfilar pelo gramado do Morumbi com a faixa de campeão da Libertadores.

Então técnico do Palmeiras, Luiz Felipe Scolari também já havia minimizado a importância do Campeonato Paulista ao escalar o time reserva no primeiro jogo da final contra o Corinthians, três dias antes do título da Copa Libertadores, no Palestra Itália. O arquirrival venceu por 3 a 0 e praticamente encaminhou a taça estadual daquele ano.

Palmeiras e Corinthians começam a decidir o Paulista de 2020 hoje (5), às 21h30, em Itaquera. Aliás, Paulo Nunes comentará o seu primeiro grande jogo na TV Globo. A partida de volta acontece no sábado (8), no Allianz Parque, às 16h30.