PUBLICIDADE
Topo

Zé Elias: "Andrés puxou o tema da covid para tirar o foco da arbitragem"

Do UOL, em São Paulo

04/08/2020 16h14

Classificação e Jogos

Corinthians e Palmeiras começam a decidir amanhã, às 21h30, o título do Campeonato Paulista e a disputa nos bastidores já é forte, com o clube alvinegro se recusando a realizar o teste de covid-19 em seus jogadores por estarem concentrados enquanto os palmeirenses não, e no lado alviverde, a pressão é em relação à arbitragem. Ex-jogador do Corinthians e com experiência no derby, Zé Elias vê covid-19 usada pelo presidente corintiano Andres Sanchez para tirar o foco da arbitragem, enquanto Edu Dracena se comporta como os outros dirigentes.

Em entrevista ao programa Os Canalhas, com os jornalistas João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana, o ex-volante e hoje comentarista da ESPN fala sobre a pressão do clássico para os jogadores, os técnicos e as estratégias dos dirigentes nos bastidores que transformam o jogo em uma guerra, o que requer um cuidado diferenciado dos treinadores com seus atletas.

"Em relação às declarações do Edu Dracena, que é meu amigo, meu irmão, eu acho que ele está mostrando que é igual. 'Entrei para ser dirigente, vou me comportar como todos os outros'. Está jogando o jogo. Infelizmente é assim, porque se ele não falasse nada, provavelmente alguém do Corinthians iria falar, ou ia ficar quieto porque dessa vez, com os episódios recentes por conta do Claus ninguém vai falar nada do Corinthians em relação a isso", diz Zé Elias.

"O Andrés eu acho que já puxou o tema do covid para justamente tentar tirar um pouco o foco dessa coisa da arbitragem e o Palmeiras vai tentar chamar a atenção para isso justamente por conta daquilo que aconteceu em 2018, é uma guerra nos bastidores e por isso que eu falei que os treinadores têm que saber aproveitar isso, porque se você carregar muito esse ambiente dentro do vestiário, ambos os times podem correr o risco de perder jogadores logo cedo, porque os caras entram tão pilhados", completa o ex-jogador.

Zé Elias critica o comportamento dos clubes em relação à pandemia

Zé Elias acredita que o Corinthians deveria fazer os testes e colocar a saúde de seus jogadores e equipe técnica como prioridade, além do exemplo que não é dado para a população no momento em que o clube opta por não seguir a recomendação, assim como o Palmeiras ao não concentrar sua delegação, cada um seguindo seu próprio protocolo e não um padrão.

"Estava achando que todos os clubes faziam o mesmo protocolo, agiam a mesma forma, mas para a minha surpresa ontem eu fiquei sabendo que o Palmeiras vai para casa, que o Corinthians vai concentrar, fica concentrado, eu particularmente acho que o Corinthians deveria fazer o protocolo, porque é o mais justo possível com a saúde os atletas, com a saúde de todo mundo, e isso acho que faz parte, você tem que pensar primeiro no ser humano, então eu acho que nesse caso deveria se encontrar aí um bom senso entre os times e fazer aí o covid, acho que o teste é bom para todos, é para o bem e a saúde de todos ali dentro do vestiário. Eu acho que primeiro é isso. Na hora de fazer o teste justamente para tentar passar segurança para as pessoas que estão ao redor você não faz?", questiona o ex-jogador.

"É uma pena porque essa não é a mensagem que você poderia passar para a população, depois não vai adiantar cobrar da população fazer os protocolos corretamente porque eles terão o direito de falar 'mas o futebol fazia da forma como cada um entendia, então eu vou fazer do meu'. Tem muitas coisas que eu, particularmente, não concordo nesse aspecto, mas se eles decidiram, se a junta médica está em conformidade com isso, infelizmente a gente não pode fazer nada, lembrando que tem muita gente morrendo ainda pelo covid", conclui.

Durante o programa Zé Elias também analisa a questão técnica, as vantagens que Vanderlei Luxemburgo e Tiago Nunes podem ter de acordo com suas experiências e opções de jogo, o momento dos jovens Patrick de Paula e Gabriel Menino, além da ausência de Felipe Melo no Palmeiras e a ascensão do volante Éderson no Corinthians. E ainda tem opiniões sobre o São Paulo de Fernando Diniz, em crise após a eliminação para o Mirassol nas quartas de final, o Santos perdendo jogadores e com problemas financeiros, rivalidades e passagens de sua carreira.

Os Canalhas: Quando e onde?

O programa Os Canalhas vai ao ar toda terça-feira, às 14h, em transmissão ao vivo, disponível na home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte no Youtube e no Facebook e Twitter, com os jornalistas João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana entrevistando personalidades importantes do esporte brasileiro. Inscreva-se no canal Os Canalhas no Youtube para conferir mais de João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana.