PUBLICIDADE
Topo

Delacruz vê relação entre rap e história do Vasco: 'Inclusão das minorias'

Delacruz em visita à sala de trofeus de São Januário a convite do Vasco da Gama - Rafael Ribeiro / Vasco
Delacruz em visita à sala de trofeus de São Januário a convite do Vasco da Gama Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

02/08/2020 04h00

Cria de Vigário Geral, na Zona Norte do Rio de Janeiro, Delacruz conviveu de perto com o desequilíbrio social e o preconceito. Ainda na infância, conheceu a história de inclusão do Vasco através do seu avô Elias - um torcedor do América com simpatia pela cruz de malta - e despertou uma paixão que, anos depois, lhe traria laços sentimentais, ideológicos e profissionais.

Hoje um dos expoentes da cultura hip hop nacional, o cantor enxerga uma relação entre o rap e os capítulos que marcaram os primórdios do Cruz-maltino.

"O Vasco tem uma história muto bonita em relação a isso. O Hip Hop vai da mesma teoria, com a inclusão das minorias, essa busca pelo equilíbrio na balança social. Eu me orgulho bastante do Vasco por isso. O rap é só isso em sua essência. Eu, como pessoa branca, observava isso e vejo que o Vaco teve um papel muito importante para o esporte", declarou ao UOL Esporte.

Atualmente, Delacruz é um dos artistas que mais têm feito parcerias com o Vasco. O cantor, inclusive, é presença garantida na live que acontecerá na próxima segunda-feira (3) e que será marcada pelo lançamento dos uniformes vascaínos da fornecedora de material esportivo italiana Kappa.

"Sou torcedor do Vasco desde pequeno e agora o Vasco publica na sua rede social coisas minhas, sou convidado a participar das atividades do clube... Eu me sinto honrado de ter participado de alguma maneira", disse.

"A minha linguagem é a linguagem deles"

A parceria com o Vasco fez também Delacruz se aproximar de alguns dos jogadores do elenco vascaíno, principalmente os mais jovens, que são fãs de rap e curtem as músicas do cantor carioca. Em sua concepção, eles falam a mesma língua.

"Principalmente essa molecada que subiu vê a gente muito de perto. É a mesma realidade, o mesmo assunto, a mesma linguagem. A minha linguagem é a linguagem deles. Gabriel Pec, Bruno Gomes, Talles e o Kaio Magno, Lucas Santos, Tiago Reis...Todos eles curtem o meu trabalho e eu acho muito legal isso", destacou.

Delacruz lançou pouco antes da pandemia do coronavírus o álbum "Nonsense" e tem produzido alguns trabalhos em estúdio. O artista conta com 1,9 milhão de seguidores no Instagram e mais de 785 mil inscritos em seu canal no Youtube.

Vasco