PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras mantém chances de 3ª quebra de tabu no Paulista com Luxemburgo

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

31/07/2020 04h00

O Palmeiras garantiu uma vaga na semifinal do Campeonato Paulista na última quarta-feira (29) ao derrotar o Santo André por 2 a 0, no Allianz Parque. Dessa forma, o time do técnico Vanderlei Luxemburgo ficou a três jogos de um possível título estadual que não é conquistado desde 2008.

O atual jejum do clube na competição é idêntico ao encerrado justamente no ano da última taça. Naquela oportunidade, foi com Luxemburgo à frente do time que a seca de 1996 a 2008 foi encerrada. O período de 12 anos sem título estadual é o segundo maior da história palmeirense.

A maior seca aconteceu entre 1976 e 1993. E foi justamente Luxemburgo quem comandou a equipe responsável pelo fim da fila de 17 anos sem troféu do Paulistão. O Palmeiras de Luxa ainda venceu as edições de 1994 e 1996, depois de uma breve saída do treinador em 1995.

Luxa - Cesar Greco/Palmeiras - Cesar Greco/Palmeiras
Luxemburgo comanda o Palmeiras à beira do campo: alterações marcaram vitória sobre o Santo André
Imagem: Cesar Greco/Palmeiras

Dessa forma, o atual treinador do Palmeiras é responsável por todos os títulos estaduais do clube alviverde desde a conquista de 1976. Desde então, o clube foi quatro vezes campeão do Paulistão, em 1993, 1994, 1996 e 2008, todas com o treinador.

O Palmeiras enfrenta na semifinal a Ponte Preta, que ontem (30) passou pelo Santos, na Vila Belmiro (3 a 1, de virada). A equipe comandada por Luxemburgo é a mandante do confronto em jogo único, por ter a melhor campanha entre os quatro semifinalistas — Corinthians e Mirassol fazem o outro duelo.

As semifinais serão disputadas em jogo único, assim como nas quartas de final. Os jogos serão no fim de semana. Já a decisão será em duas partidas, na próxima quarta-feira (5) e no sábado (8).

Palmeiras