PUBLICIDADE
Topo

Jesualdo após eliminação: "Não admito que desistam, porque eu não desisto"

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

31/07/2020 01h25

O técnico Jesualdo Ferreira quer o Santos focado para esquecer a eliminação do Campeonato Paulista para a Ponte Preta, após a derrota de ontem (30) por 3 a 1, na Vila Belmiro. O português falou em trabalhar a parte psicológica da equipe para o restante da temporada.

"Questão passa pelo grupo entender os caminhos a seguir. De fato há três competições. Não acabou. Santos tem muitos jogos e não pode perder sem começar de fato o trabalho. E há muito tempo a recuperar. Não admito que alguém desista porque eu não desisto. Estamos todos tristes, revoltados", disse Jesualdo em entrevista coletiva virtual após a derrota.

O comandante também procurou valorizar a atuação da equipe santista enquanto esteve com 11 jogadores em campo, e não somente nesta partida, mas nas outras três anteriores - o Peixe teve um jogador expulso em cada uma dos últimos quatro confrontos.

"Tivemos problemas e vamos tentar resolver internamente. Não vou arranjar desculpas. A verdade é que equipe perdeu, não merecia perder enquanto conseguiu jogar. Sobre ponto de vista psicológico, está mal. Contra o São Paulo, ganhávamos. Depois mesma coisa. É no mínimo preocupante, mas nos deixa na dúvida do que será. E será nosso trabalho descobrir", afirmou.

O português ainda lamentou não poder disputar o título Paulista, mas falou em trabalhar os jogadores para acreditarem que podem ganhar as outras competições do ano.

"Campeonato Paulista é um desejo de todas as equipes, das maiores às médias. Esse era o desejo do Santos. Queríamos muito ganhar. As outras estão em aberto. Jogadores precisam sentir que podem ganhar se fizerem o melhor possível. Ganhar crédito, confiança. Essa é a questão que temos que mudar", explicou.

O Santos volta a campo somente no dia 9 (domingo) quando estreia no Campeonato Brasileiro diante do Red Bull Bragantino, na Vila Belmiro.

Santos