PUBLICIDADE
Topo

Sensação, Red Bull tenta subir degrau e se provar entre grandes pela 1ª vez

Bragantino de Morato e Ytalo joga "clássico" e quer se provar como ameaça aos grandes - Divulgação/RB Bragantino
Bragantino de Morato e Ytalo joga "clássico" e quer se provar como ameaça aos grandes Imagem: Divulgação/RB Bragantino

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

30/07/2020 04h00

Classificação e Jogos

Um time da Red Bull que faz a melhor campanha da fase de grupos do Paulistão e chega ao mata-mata como sensação: aconteceu em 2019 e se repete neste ano. Daquela vez, o RB Brasil foi eliminado, desta vez o Bragantino enfrenta hoje (30) o Corinthians, às 19h (de Brasília), no Morumbi, tentando fazer a marca de energéticos se provar pela primeira vez entre os clubes grandes.

O atual Bragantino herdou boa parte do elenco do RB Brasil, que liderou a primeira fase, mas caiu para o Santos nas quartas de final do último Estadual. Aquele time venceu o Troféu do Interior e, já em Bragança Paulista, foi campeão da Série B do Brasileirão com sobras. Badalada pelo estilo de jogo e sensação do mercado da bola, a marca de energéticos agora tenta virar protagonista em um palco grande.

O Bragantino gastou dinheiro nesta temporada e fez campanha de time grande neste Paulistão. Tanto que o próprio técnico do Bragantino, Felipe Conceição reinterpretou, nesta semana, o conceito de grandeza — uma das eternas polêmicas das discussões sobre futebol.

"[Este jogo] É um grande confronto dentro do campeonato. Eu considero um clássico, porque a gente vem jogando como time grande e espera fazer uma grande partida contra o Corinthians", falou o técnico, ponderando o respeito ao adversário "mas sabendo do nosso potencial e confiando na nossa equipe".

Neste ano, o Bragantino enfrentou três equipes de Série A do Brasileirão e não perdeu nenhum dos jogos: estreou na temporada empatando sem gols contra o Santos; venceu o Palmeiras por 2 a 1, em fevereiro; e há uma semana derrotou o São Paulo, no Morumbi. Contra o Corinthians, a intenção é repetir a dose.

"É continuar jogando como sempre jogamos, porque estamos com uma pegada boa. O Corinthians é muito forte quando chega nessa fase [de mata-mata], mas estamos preparados", disse o atacante Ytalo, artilheiro do Paulistão, em entrevista ao UOL Esporte.

Bragantino e Corinthians se enfrentam no Morumbi, porque em Bragança Paulista a pandemia do novo coronavírus representa um risco ainda maior do que na capital paulista. Em caso de empate, a vaga na semifinal será decidida nos pênaltis. Quem passar aguarda os outros resultados para conhecer o adversário nas semifinais.

Ex-Corinthians são destaques do time

Velho conhecido e campeoníssimo pelo Corinthians, o goleiro Julio Cesar é o capitão do Bragantino, que ainda tem Matheus Jesus no meio-campo e Claudinho no ataque. O time do Parque São Jorge ainda detinha 50% dos direitos econômicos de Claudinho, o melhor jogador da última Série B, mas vendeu sua fatia ao Bragantino por cerca de R$ 1,5 milhão. Já Matheus Jesus defende a equipe de Bragança por empréstimo e pode jogar hoje — o acordo entre os times não o impede.

A escalação provável do Bragantino tem Julio Cesar; Aderlan; Fabrício Bruno, Ligger e Edimar; Ricardo Rayller, Weverson e Vitinho (Matheus Jesus); Artur, Morato e Ytalo.