PUBLICIDADE
Topo

Catapora inédita tirou Kaio Jorge de último mata-mata do Santos com a Ponte

Kaio Jorge faz sua oração antes de duelo entre Santos e Santo André - Ivan Storti/Santos FC
Kaio Jorge faz sua oração antes de duelo entre Santos e Santo André Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

30/07/2020 04h00

Kaio Jorge sempre comandou o ataque de seus times nas categorias de base do Santos. Artilheiro e campeão nos paulistas sub-11 e sub-13, o centroavante ficou fora do mata-mata do Campeonato Paulista sub-15 por um motivo que pode parecer simples, mas se tornou muito grave para ele: uma catapora.

O Menino da Vila chegou a ficar dez dias internado em isolamento e quase foi parar na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Ele perdia quase um quilo por dia. Os médicos disseram aos familiares que nunca haviam visto um caso de catapora parecido com aquele.

Kaio ficou mais de um mês afastado dos gramados e perdeu o mata-mata do Estadual da categoria. O adversário das quartas de final? A Ponte Preta. O Peixe avançou com Marcos Leonardo e Renyer brilhando nos duelos, mas acabou caindo nas semifinais para o São Paulo.

Antes da fase eliminatória, Kaio era o artilheiro do torneio com 22 gols, mas perdeu o posto ao ficar fora dos últimos seis jogos. Com 17 e 16 gols, o centroavante havia sido o artilheiro dos Estaduais das categorias sub-11 e sub-13, respectivamente.

O torneio sub-15 ocorreu em 2017. No ano seguinte, Kaio já disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior, competição sub-20, e subiu ao profissional no fim da temporada, onde está desde então.

Decisivo em mata-mata

Kaio Jorge comemora gol pela seleção brasileira sub-17 - Divulgação/CBF - Divulgação/CBF
Imagem: Divulgação/CBF

Kaio Jorge é visto como o maior potencial da geração 2002 do Santos. O centroavante demonstra faro de gol desde muito jovem e nunca se escondeu em duelos decisivos. Foi dele o gol do título paulista do Peixe no sub-11, por exemplo.

Nas seleções de base a história se repete. Kaio marcou quatro gols em três jogos no Sul-Americano sub-15, em 2017, sendo dois na final do torneio, quando o Brasil acabou derrotado pela Argentina por 3 a 2.

No ano passado, o Menino da Vila foi o artilheiro da seleção brasileira no título do Mundial sub-17. Ele marcou duas vezes nas oitavas de final e iniciou as viradas contra França (semifinal) e México (final).

'All-in' na base

Em situação financeira delicada e sem poder registrar reforços diante de punição na Fifa, o Santos transformou a temporada 2020 em um autêntico all-in, expressão do poker para apostar todas as fichas, nas categorias de base do clube. Hoje (30), às 21h30, o Peixe coloca a aposta à prova com Kaio Jorge comandando o ataque diante da Ponte Preta nas quartas de final do Paulistão.

Com Raniel lesionado, Uribe suspenso e Sasha em litígio, o jovem de 18 anos é a única opção do treinador português Jesualdo Ferreira para o setor. Kaio já foi titular quatro vezes no ano e marcou seu primeiro gol no profissional em duelo pela Libertadores.

Kaio Jorge comemora primeiro gol pelo profissional do Santos - REUTERS/Agustin Marcarian - REUTERS/Agustin Marcarian
Imagem: REUTERS/Agustin Marcarian

FICHA TÉCNICA:

SANTOS x PONTE PRETA

Competição: Quartas de final do Campeonato Paulista
Data: 30/07/2020, quinta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos
Árbitro: Salim Fende Chavez
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Fabrini Bevilaqua Costa
VAR: Jose Claudio Rocha Filho

SANTOS: Vladimir; Pará, Luan Peres, Lucas Veríssimo e Felipe Jonatan; Alison (Jobson), Diego Pituca e Carlos Sánchez; Soteldo, Marinho e Kaio Jorge. Técnico: Jesualdo Ferreira.

PONTE PRETA: Ivan; Apodi, Henrique Trevisan, Alisson e Guilherme Lazaroni; Dawhan, Jeferson, Vinícius Zanocelo e João Paulo; Bruno Rodrigues e Roger. Técnico: João Brigatti

Santos