PUBLICIDADE
Topo

Mauro: "Palmeiras vendeu o Artur e foi buscar o Rony. Negociação curiosa"

Do UOL, em São Paulo

28/07/2020 04h00

Contratado para jogar pelos lados do campo e com responsabilidade maior com a saída de Dudu para o Al-Duhail, do Qatar, o atacante Rony foi criticado por suas atuações nos dois jogos do Palmeiras na volta do futebol. Outra opção, Gabriel Veron está afastado por lesão, e o técnico Vanderlei Luxemburgo pediu a reintegração de Ivan Angulo, que estava emprestado ao Cruzeiro. Enquanto isso, Artur, vendido ao Red Bull Bragantino, tem se destacado com sua nova camisa.

No podcast Posse de Bola #43, Mauro Cezar Pereira destaca como o Palmeiras decidiu gastar na contratação de Rony em vez de apostar em Artur, que não teve chances no clube e foi negociado como oportunidade, enquanto o jogador que se destacou no Athletico-PR custou cerca de R$ 28 milhões aos cofres do Alviberde.

"O Artur foi um ponto de desequilíbrio do jogo de quinta-feira [dia 23] contra o São Paulo. Fez o gol da vitória e participou diretamente de um dos gols roubando a bola no campo de ataque. É um jogador que o Palmeiras vendeu assim como oportunidade. É curioso isso, o Palmeiras vendeu esse rapaz depois de jogar tão bem lá no Bahia como uma oportunidade, vamos fazer um dinheiro com o garoto da base", afirma Mauro Cezar (no vídeo acima a partir de 12:23).

"E aí foi buscar o Rony, não que o Rony seja um mau jogador, mas pensa bem: você tem um garoto da base emprestado para o Bahia, fez uma boa temporada, um jogador que atua pelo lado do campo, um atacante, aí você vai buscar um outro jogador que tem algumas características que se assemelham", completa.

Mauro chama a atenção pela negociação ter ocorrido justamente no período em que o Palmeiras mudou de postura e adotou o discurso de utilizar mais a base, subindo alguns jogadores desde o início do ano, com alguns tendo chance como titulares, caso do volante Patrick de Paula nos dois jogos do retorno do futebol.

"É bem curioso isso. Para um clube que há muito tempo se cobra o aproveitamento da base, que esse ano começou a acontecer, e que tinha essa possibilidade. É uma negociação curiosa essa do Artur, que já foi aí o algoz do São Paulo nesse jogo, um jogo que não era eliminatório, mas que pode continuar dando trabalho, no caso agora para o Corinthians", conclui.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol