PUBLICIDADE
Topo

Juca: Carvalhal considerar o Braga ao Flamengo dá a medida do nosso estágio

Do UOL, em São Paulo

28/07/2020 04h00

Um dos alvos do Flamengo na ida à Europa em busca de um substituto para Jorge Jesus, o português Carlos Carvalhal, que se destacou na temporada no comando do Rio Ave, indicou aos dirigentes do clube brasileiro que não pretende deixar a Europa no momento, enquanto tem uma proposta para treinar o Braga, também de Portugal.

No podcast Posse de Bola #43, Juca Kfouri chama a atenção para o fato de o treinador preferir um clube que não está entre os maiores de Portugal em detrimento do Flamengo, atual campeão brasileiro e sul-americano, mesmo com o momento do clube carioca.

"Eu só fico sempre assim lamentando a possibilidade disso, um técnico de um clube pequeno em Portugal que, eventualmente recebe uma sondagem de um gigante como o Flamengo e que pondere permanecer num clube ainda pequeno em Portugal, mas apenas porque está em Portugal e é melhor do que vir ao Brasil, o que dá a medida do nosso estágio, do como o futebol brasileiro deixou de ser uma coisa que o mundo respeitava", afirma Juca (no vídeo acima a partir de 59:16).

"Se fosse nos anos 1970, provavelmente um técnico do Rio Ave não teria dúvida entre o Flamengo e o Braga. Não teria, entre o Santos e o Braga, entre o Botafogo e o Braga, entre o Palmeiras e o Braga, mas hoje eu compreendo. Se eu estivesse morando em Portugal, fosse português e tivesse uma proposta do Braga e de um time do Rio de Janeiro ou de São Paulo, ou de Porto Alegre, ou de Belo Horizonte, eu preferiria ficar em Braga", completa o jornalista.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol