PUBLICIDADE
Topo

Na bola aérea, Ceará bate rival Fortaleza e vai à final da Copa do Nordeste

Lance durante partida entre Fortaleza e Ceará pela semifinal da Copa do Nordeste 2020 no Estádio Pituaçu, na cidade de Salvador - JEFFERSON PEIXOTO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Lance durante partida entre Fortaleza e Ceará pela semifinal da Copa do Nordeste 2020 no Estádio Pituaçu, na cidade de Salvador Imagem: JEFFERSON PEIXOTO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

28/07/2020 23h26

Classificação e Jogos

O Ceará é o primeiro finalista da Copa do Nordeste 2020. O time alvinegro superou o maior rival, o atual campeão Fortaleza, em um clássico bastante disputado no qual prevaleceu a bola aérea. Com gol de cabeça do zagueiro Klaus, o time comandado por Guto Ferreira venceu por 1 a 0 e garantiu a vaga na decisão para tentar o segundo título na história do torneio. O clube venceu a edição de 2015.

O clássico cearense foi realizado sem público no estádio do Pituaçu, em Salvador (BA), porque a competição passou a ter sede única na reta final em meio à pandemia do novo coronavírus. A grande final será disputada em jogos de ida e volta, mas também na Bahia. Os jogos estão agendados para o próximo sábado (1º), às 16h, e terça-feira (4), às 21h30 (ambos no horário de Brasília).

O outro finalista será definido amanhã, no Pituaçu, no duelo entre Bahia e Confiança. O jogo está marcado para as 19h30 (horário de Brasília) e terá transmissão ao vivo do Fox Sports, do perfil oficial da Copa do Nordeste no YouTube e no serviço de streaming Live FC, para todo o Brasil, e pelo SBT, em TV aberta, para os estados da Bahia e Sergipe.

O clássico de hoje começou mais tenso, concentrado no meio-campo, e com os dois times se estudando. O Fortaleza tentava avançar um pouco mais, mas sem criar grandes chances. A primeira real da partida acabou ocorrendo em jogada aérea no ataque do Ceará. Após cruzamento de Vinicius em cobrança de falta, o zagueiro Klaus cabeceou e abriu o placar para a equipe alvinegra aos 23 minutos.

O gol do Ceará injetou um pouco de ânimo momentaneamente à partida. O Fortaleza se soltou mais e levou perigo à meta adversária no primeiro ataque seguinte. A pressão, porém, não durou muito. A reta final do primeiro tempo voltou a ser mais "pegada", com faltas no meio-campo e muito nervosismo em campo.

No começo da segunda etapa, o Ceará voltou a assustar o rival com jogada aérea. Em novo cruzamento de Vinicius, desta vez em cobrança de escanteio, Fabinho finalizou de cabeça. A bola passou perto da meta defendida pelo Fortaleza, levando perigo ao goleiro Felipe Alves.

O time alvinegro seguia abusando da bola parada. Aos 11 minutos da etapa final, foi a vez de Cléber cabecear após escanteio cobrado novamente por Vinicius. A bola passou por cima do gol.

Sem assustar o rival e avançar em busca do empate, o técnico Rogério Ceni, que já tinha substituído Mariano Vázquez no intervalo por Romarinho, mexeu de novo no ataque. Colocou Yuri César na vaga de Osvaldo. Mas o time seguia com problema para avançar no meio-campo. O Ceará finalizava mais, ainda que sem muita pontaria.

A primeira grande chance do Fortaleza na partida apareceu aos 19 minutos do segundo tempo. Após cobrança de falta de Juninho, Bruno Melo cabeceou. Mas o goleiro Fernando Prass garantiu a defesa para o time alvinegro.

O Ceará conseguia administrar o resultado. O técnico Guto Ferreira aproveitou a mudança provisória na regra para fazer três substituições de uma vez na marca dos 32 minutos (a Fifa permite cinco alterações por equipe, desde que feitas em no máximo três paralisações). Entraram Lima, Alyson e Rafael Sobis nos lugares de Vinícius, Bruno Pacheco e Cléber.

Rogério Ceni tentou mais duas alterações colocando Tinga e Edson Cariús aos 39 minutos da etapa final. Saíram David e Gabriel Dias. A pressão do Fortaleza ficava um pouco maior, mas sem conseguir criar jogadas que levassem perigo real ao time do Ceará. O time tricolor também tentava recorrer às jogadas de bola alta na área, mas sem o mesmo sucesso que levou o rival a abrir o placar no primeiro tempo.

Em uma dessas finalizações, Wellington Paulista obrigou Prass a fazer uma boa defesa, evitando novamente o empate que levaria a disputa da vaga para os pênaltis.

COPA DO NORDESTE 2020 - SEMIFINAL

Fortaleza 0 x 1 Ceará - Jogo único

Estádio: Pituaçu, em Salvador (BA)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Jean Márcio dos Santos (RN) e Flávio Gomes Barroca (RN)

Gol: Klaus (23 do 1º tempo)

Fortaleza: Felipe Alves; Gabriel Dias (Tinga), Paulão, Quintero, Bruno Melo; Felipe, Juninho; Marlon (Wellington Paulista), Osvaldo (Yuri César), David (Edson Cariús) e Mariano Vázquez (Romarinho) - Técnico: Rogério Ceni

Ceará: Fernando Prass; Samuel Xavier, Klaus, Tiago Pagnussat, Bruno Pacheco (Alyson); Charles, Fabinho (William Oliveira), Fernando Sobral; Vinicius (Lima), Rick (Leandro Carvalho) e Cléber (Rafael Sobis) - Técnico: Guto Ferreira