PUBLICIDADE
Topo

SPFC "entrega" para tirar Corinthians? 7 jogos renderam acusações de rivais

Igor Gomes e Camacho em ação no duelo entre São Paulo e Corinthians pelo Paulistão, em fevereiro - Daniel Vorley/AGIF
Igor Gomes e Camacho em ação no duelo entre São Paulo e Corinthians pelo Paulistão, em fevereiro Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Do UOL, em São Paulo

25/07/2020 04h00

Classificação e Jogos

O sonho alimentado pelo Corinthians em continuar no Campeonato Paulista passa pelo São Paulo. O time alvinegro depende do rival para avançar às quartas de final do Estadual. Se a equipe são-paulina for derrotada pelo Guarani amanhã, a equipe corintiana será eliminada.

O Corinthians soma 14 pontos faltando apenas um jogo para o fim da primeira fase. O time de Campinas soma 16. Os corintianos, dessa forma, precisam bater o Oeste na Arena Barueri e torcer para um tropeço do Guarani diante do São Paulo na Vila Belmiro. Um empate no duelo forçará os corintianos a vencerem por dois gols de diferença.

O cenário é recorrente no futebol brasileiro. Ao longo dos últimos anos, algumas situações geraram debate sobre a postura de alguns times diante da busca de objetivos do seu rival. O UOL Esporte relembra agora sete casos similares ao atual no Paulistão.

Flamengo 0 x 1 Bahia - Brasileirão 1996

Na última rodada da fase de grupos do Brasileirão 1996, o Flamengo, perdeu para o Bahia, que lutava contra o descenso numa disputa com Fluminense e Criciúma. O Bragantino já entrou na rodada rebaixado, com 16 pontos. O Fluminense somava 19, contra 20 de Bahia e Criciúma. O time carioca fez a parte dele ao bater o Vitória por 3 a 1 fora de casa. O Bahia, porém, derrotou o Flamengo por 1 a 0 em São Januário, no Rio. Vale lembrar a equipe rubro-negra ocupava a 13ª posição na tabela e não tinha chances de classificação.

Athletico-PR 1 x 2 Criciúma - Brasileirão 1996

Na mesma rodada, o Athletico-PR foi superado pelo Criciúma em plena Arena da Baixada. O time paranaense já estava classificado às quartas de final do campeonato. A rivalidade entre Athletico-PR e Fluminense era intensa àquela altura. Duas semanas antes, as equipes protagonizaram cenas lamentáveis no gramado das Laranjeiras, com briga generalizada entre jogadores e até torcedores. As derrotas de Flamengo e Athletico fizeram o técnico Renato Gaúcho, do Fluminense, dizer que o "futebol era podre". No fim, não houve rebaixamento. A CBF virou a mesa e o número de participantes do Brasileirão passou de 24 para 26 em 1997.

Goiás 2 x 1 Internacional - Brasileirão 2007

Corinthians 2007 - Wesley Santos/Folhapress - Wesley Santos/Folhapress
Imagem: Wesley Santos/Folhapress

Já na era dos pontos corridos, o Inter foi acusado de entregar o jogo para o Goiás para prejudicar o Corinthians na luta contra o rebaixamento. A rivalidade entre os clubes se acentuou dois anos antes, em meio ao embate pelo título brasileiro. Na rodada derradeira da edição 2007, a equipe corintiana somava 43 pontos, contra 42 do Goiás — os outros três rebaixados já estavam definidos. Ou seja, os paulistas precisam vencer o Grêmio fora da casa para não depender de outro resultado. O jogo em Porto Alegre terminou 1 a 1. No Serra Dourada, o Inter saiu na frente, mas viu o Goiás virar o jogo e se salvar. Os corintianos, assim, caíram para a Série B.

Corinthians 0 x 2 Flamengo - Brasileirão 2009

Penúltima rodada da edição 2009 do Brasileirão. De um lado, um Corinthians sem pretensões no campeonato. Do outro, um Flamengo em busca de um título brasileiro que não era conquistado havia 17 anos. O jogo em Campinas terminou com vitória rubro-negra por 2 a 0. O resultado foi péssimo para o São Paulo, que era líder do campeonato e lutava pelo quarto título seguido no Nacional. O time tricolor perdeu para o Goiás por 4 a 2 na mesma rodada e caiu para a terceira posição — o Inter também superou os paulistas.

Flamengo 2 x 1 Grêmio - Brasileirão 2009

Na sequência da competição, o Flamengo garantiu o título contra o Grêmio, que também não tinha ambições no campeonato. O time gaúcho entrou em campo com apenas quatro titulares, chegou a abrir 1 a 0, mas levou a virada do time rubro-negro. O Inter fez a parte dele no Beira-Rio ao derrotar o Santo André por 4 a 1. O Brasileirão terminou com o título do Flamengo, que somou 67 pontos, contra 65 de Inter e São Paulo.

São Paulo 1 x 4 Fluminense - Brasileirão 2010

Um ano depois, a polêmica voltou a rondar o Brasileirão. Dessa vez, na antepenúltima rodada. São Paulo e Corinthians inverteram os papéis na temporada anterior. Atrás do título brasileiro numa árdua disputa com Fluminense e Cruzeiro, os corintianos eram os líderes na abertura da 36ª rodada, mas perderam a posição ao fim dela. Isso aconteceu após um empate por 1 a 1 com o Vitória em Salvador e uma vitória do Fluminense sobre o São Paulo por 4 a 1 na Arena Barueri. O time carioca passou a somar 65 pontos, contra 64 dos paulistas e 63 do Cruzeiro.

Palmeiras 1 x 2 Fluminense - Brasileirão 2010

Palmeiras 2010 - Eduardo Knapp/Folhapress - Eduardo Knapp/Folhapress
Imagem: Eduardo Knapp/Folhapress

Na rodada seguinte, o Fluminense voltou a vencer um rival do Corinthians no mesmo estádio. O Palmeiras, que assim como São Paulo ocupava uma posição no meio da tabela, acabou derrotado por 2 a 1. O resultado manteve os cariocas na ponta. O Corinthians derrotou o Vasco por 2 a 0 no Pacaembu, mas viu Fluminense e Cruzeiro venceram e se manterem à frente. No fechamento do campeonato, o time tricolor venceu o Guarani por 1 a 0 e voltou a ser campeão brasileiro depois de 26 anos. A possibilidade de entrega fez a CBF realizar mudanças para o ano seguinte. Nas últimas rodadas, clássicos seriam disputados para evitar a situação.

Futebol