PUBLICIDADE
Topo

Botafogo estuda rescisão de contrato de Cortez após polêmica em rede social

Gabriel Cortez chegou ao Botafogo em fevereiro deste ano - Vitor Silva/BFR
Gabriel Cortez chegou ao Botafogo em fevereiro deste ano Imagem: Vitor Silva/BFR

Alexandre Araújo e Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

25/07/2020 12h01

A diretoria do Botafogo estuda a rescisão de contrato do meia Gabriel Cortez. O jogador equatoriano se envolveu em uma polêmica nesta madrugada, ao participar de uma transmissão ao vivo em uma rede social, e foi alvo de críticas de torcedores alvinegros.

Cortez, que tem 24 anos, é ligado ao Guayaquil City, do Equador, e tem vínculo de empréstimo com o Glorioso até o fim desta temporada. À época da negociação, ficou firmado que Botafogo teria a opção de compra dos direitos, ao fim deste período, por um milhão de dólares (cerca de R$ 5,2 milhões na cotação atual).

Gabriel Cortez, do Botafogo, em uma transmissão ao vivo no Instagram - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Alguns pontos causaram insatisfação nos torcedores do clube de General Severiano. Segundo relatos, em uma conversa virtual com o também meia equatoriano Andy Burbano, que atua pelo Delfín (EQU), Cortez teria aparecido ingerindo bebida alcoólica e feito elogios ao rival Flamengo.

Pouco utilizado nesta temporada, o destino do meia já vinha sendo avaliado pela cúpula. Ele nem sequer havia sido relacionado para o amistoso de hoje (25) à tarde, com o Fluminense, no Nilton Santos.

Cortez, que também tem o apelido de El Loco, chegou ao Botafogo em fevereiro e atuou em quatro partidas, sendo titular apenas em uma. Ele enfrentou o Boavista - única oportunidade em que começou o jogo -, Flamengo e Portuguesa-RJ, pelo Campeonato Carioca, além do Paraná, pela Copa do Brasil.

Botafogo