PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Thiago Silva diz que não queria deixar PSG, mas já vê "decisão tomada"

Thiago Silva puxa fila de jogadores do PSG antes de amistoso contra o Celtic - Aurelien Meunier - PSG/PSG via Getty Images
Thiago Silva puxa fila de jogadores do PSG antes de amistoso contra o Celtic Imagem: Aurelien Meunier - PSG/PSG via Getty Images

João Henrique Marques

Colaboração para o UOL, em Paris (França)

23/07/2020 13h23

A entrevista coletiva de Thiago Silva na véspera da final da Copa da França entre Paris Saint-Germain x Saint-Etienne foi dominada com perguntas sobre o futuro do zagueiro. Com contrato encerrado após o final da temporada, o brasileiro afastou a possibilidade de seguir no clube francês.

"Esta não é uma decisão minha, agora não é hora de falar sobre isso. Estou muito feliz no momento. Eu não queria ir embora. A decisão foi tomada e vou respeitá-la até o final", disse o defensor.

Pouco depois, o tema voltou a ser destacado pelos jornalistas franceses, visto que o treinador Thomas Tuchel já havia comentado que "tudo pode acontecer no futebol" quando se referiu à possível reviravolta no futuro de Thiago Silva.

"Leonardo (diretor esportivo do PSG) foi claro: não haverá discussão depois. Peço que pare de falar sobre isso. Agora não é a hora, estou focado nos meus jogos para ter boas atuações", disse.

Minutos antes, Thomas Tuchel também foi novamente questionado sobre o tema. Desta vez, o técnico preferiu não especular: "Agora não é hora de falar sobre Thiago Silva. É importante que ele esteja conosco, ele é um jogador confiável, mas é necessário apenas focar no campo. Depois a gente conversa", disse Tuchel.

O cenário de Thiago Silva

Thiago Silva já foi avisado pelo PSG de que o contrato não será renovado. No entanto, além da torcida, há um desejo de vestiário na continuidade do capitão. Assim, segundo apurou o UOL Esporte, a expectativa de seguir em Paris permanece, já que o zagueiro ainda não acerto vínculo com outro clube.

A possibilidade de ter o contrato renovado é considerada pequena no entorno do jogador. O discurso é de foco na reta final da temporada, com as disputas dos títulos da Copa da França (diante do Saint-Etienne dia 24 de julho) e Copa da Liga da França (contra o Lyon dia 31 de julho) e na conquista da Liga dos Campeões (PSG encara o Atalanta, nas quartas de final, dia 12 de agosto).

Thiago Silva esperava novo vínculo por, no mínimo, dois anos com o PSG. A ideia era garantir a permanência na elite do futebol europeu até o ano de Copa do Mundo. No entanto, o alto salário pesou.

O zagueiro já passou por três renovações de contrato no PSG e tem um dos maiores ordenados do clube - somente atrás de Neymar, Mbappé. A ideia da diretoria parisiense é a de reduzir a folha salarial do time com as saídas do zagueiro e também do atacante Cavani.

Futebol