PUBLICIDADE
Topo

Avaliado em R$ 11 milhões, jovem do Cruzeiro tenta se firmar no Palmeiras

Jovem Vitinho pertence ao Cruzeiro, mas está emprestado ao Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Jovem Vitinho pertence ao Cruzeiro, mas está emprestado ao Palmeiras Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

21/07/2020 04h00

O Palmeiras promoveu ao elenco profissional um jovem que pertence ao Cruzeiro. Vitinho treina com o elenco comandado por Vanderlei Luxemburgo. Emprestado ao clube até dezembro de 2021, o meia-atacante de 18 anos tem 60% dos direitos fixados em 1,8 milhão de euros (quase R$ 11 milhões) para a compra em 2020. O valor aumenta na temporada seguinte, mas ainda é tratado em sigilo. Valorizado, o jovem já pensou em voltar à Toca da Raposa no início da passagem por São Paulo. No entanto, está cada vez mais adaptado ao atual time.

O jogador, que tem contrato com os mineiros até o fim de 2023, teve que passar por um processo de adaptação em sua mudança para o Palmeiras. O pai do atleta, Luciano Mafra, relata o caso:

"No Cruzeiro, ele era o cara, o garoto que tinha feito gol em todas as finais. Ele nunca teve um baixo rendimento. Quando ele chegou ao Palmeiras, ele me falou que estava difícil. Ele pensou em falar sobre volta, mas falei para esperar, porque ele gosta de desafio. A estrutura do Palmeiras é muito boa. Ele cresceu muito no Palmeiras. Ele sabe que tem que correr e se desenvolveu muito. Ele tinha que aprimorar a condição dele. Ele ficou mais intenso", contou ao UOL Esporte.

Luciano Mafra conta também como se deu a promoção do filho ao time comandado por Vanderlei Luxemburgo:

Luciano Mafra, pai de Vitinho, meia-atacante do Palmeiras, exibe com orgulho o álbum do filho - Thiago Fernandes/UOL - Thiago Fernandes/UOL
Luciano Mafra, pai de Vitinho, meia-atacante do Palmeiras, exibe com orgulho o álbum do filho
Imagem: Thiago Fernandes/UOL

"Lá, ele está treinando com o preparador físico do sub-20 no profissional e está sendo monitorado pelo auxiliar do Luxemburgo. Tem um grupo de apoio. A princípio, foi o pessoal que morava em São Paulo já. O treinador disse que ele estava nos planos para subir, mas tinha que voltar a São Paulo para começar a treinar. Para ele, estar no elenco treinando com os caras, é a vida dele. Só de subir o Vitinho para o profissional, a gente imagina que o Palmeiras vai observá-lo. Ele era um dos únicos 2002 [ano do nascimento] titular no time sub-20 do clube", acrescentou.

Residindo em Belo Horizonte, em uma região próxima à Toca da Raposa, centro de treinamentos de base do Cruzeiro, Mafra cogita a mudança para São Paulo se Vitinho conseguir se firmar no Palmeiras.

"Acredito que estar perto dele melhora o rendimento. Se efetivar a subida dele ao profissional, acho que melhora, aí a gente vai para lá [São Paulo]", concluiu.

Futebol