PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Bola de Ouro da France Football não será entregue pela 1ª vez na história

Lionel Messi faturou a Bola de Ouro em 2019, herdando o prêmio do croata Luka Modric - Kristy Sparow/Getty Images
Lionel Messi faturou a Bola de Ouro em 2019, herdando o prêmio do croata Luka Modric Imagem: Kristy Sparow/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

20/07/2020 09h14Atualizada em 20/07/2020 10h09

A revista France Football anunciou hoje que não premiará o melhor jogador do mundo com a tradicional Bola de Ouro neste ano devido aos impactos gerados pela pandemia do novo coronavírus no futebol.

"Um ano tão singular não pode - e não deve - ser tratado como um ano comum. Em caso de dúvida, é melhor se abster do que persistir", disse a revista em comunicado.

Esta será a primeira vez que a Bola de Ouro, criada em 1956, não será entregue.

No ano passado, o atacante Lionel Messi faturou a Bola de Ouro masculina, enquanto a americana Megan Rapinoe levou o prêmio de melhor jogadora do futebol feminino.

Entre as justificativas para cancelar a edição deste ano da Bola de Ouro, a France Football lembrou que muitos jogadores tiveram suas ligas nacionais encerradas pela pandemia - caso do Campeonato Francês, por exemplo -, enquanto outros seguiram atuando.

A France Football disse que cancelar o prêmio "não agrada, mas parece ser o mais responsável e lógico".

"Proteger a credibilidade e legitimidade de tal prêmio também significa garantir que seja irrepreensível ao longo do tempo", afirmou.

Futebol