PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro votará alienação de imóvel no Conselho para quitar dívida na Fifa

Sérgio Santos Rodrigues, presidente do Cruzeiro, quer votar alienação de imóvel no Conselho Deliberativo - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Sérgio Santos Rodrigues, presidente do Cruzeiro, quer votar alienação de imóvel no Conselho Deliberativo Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

14/07/2020 15h58

Sérgio Santos Rodrigues, presidente do Cruzeiro, encaminhou um ofício ao Conselho Deliberativo para solicitar uma reunião extraordinária em 3 de agosto. A intenção é tratar a autorização da alienação de um imóvel do clube, conhecido como Campestre 2. O dirigente tenciona usar os recursos obtidos para quitar compromissos financeiros na Fifa.

O foco da diretoria é quitar um débito de cerca de R$ 5 milhões com o Al Wahda pelo empréstimo de Denílson, ocorrido em julho de 2016. O clube já perdeu seis pontos na Série B do Campeonato Brasileiro 2020 por causa da dívida. A área conhecida como Campestre 2 se trata de um estacionamento localizado no Bairro Santa Branca, na região da Pampulha.

"Por mais que nós tenhamos tomado várias decisões importantes, para restabelecer a confiança do mercado e honrar os nossos principais compromissos neste ano, que são o pagamento das dívidas na Fifa e os salários, algumas mudanças mais contundentes ainda precisam ser feitas, como a venda de imóveis. E diante da dívida que o Cruzeiro ainda tem com o Al Wahda, queremos trazer para o Conselho Deliberativo esta intenção da venda deste imóvel que o Clube possui, que não tem utilidade social, que é a Campestre 2", explicou Sérgio Santos Rodrigues por meio de comunicado divulgado no site oficial do clube.

"Esta é uma área que não é explorada diretamente pelo Clube, é um estacionamento terceirizado e que inclusive é deficitário. Os recursos serão importantes para auxiliar no pagamento destas dívidas que impactam diretamente na vida do Cruzeiro. Esperamos contar com o apoio dos conselheiros", acrescentou.

Cruzeiro