PUBLICIDADE
Topo

CAMPEONATOS

La Liga


Real bate Alavés com mais um pênalti e pode ser campeão espanhol na segunda

Benzema comemora gol do Real Madrid contra o Alavés, pelo Campeonato Espanhol - GABRIEL BOUYS / AFP
Benzema comemora gol do Real Madrid contra o Alavés, pelo Campeonato Espanhol Imagem: GABRIEL BOUYS / AFP

Do UOL, em São Paulo

10/07/2020 18h58

Classificação e Jogos

O Real Madrid está cada vez mais perto do título do Campeonato Espanhol. Hoje, a equipe de Zinedine Zidane venceu o Alavés por 2 a 0, em casa, no estádio Alfredo Di Stéfano, no encerramento da 35ª rodada da competição. Benzema, de pênalti, e Asensio fizeram os gols do jogo.

A vitória levou o Real aos 80 pontos, na liderança do Espanhol após 35 jogos, e a quatro pontos do vice-líder Barcelona. Os merengues serão campeões com duas rodadas de antecedência se vencerem o Granada, fora de casa, na próxima segunda-feira, e se o Barça empatar ou perder contra o Real Valladolid, amanhã, também fora de casa.

Neste cenário, o Real iria a 83 pontos, com mais seis pontos a serem jogados, enquanto o Barça, no máximo, só poderia igualar os mesmos 83 pontos, mas perderia para o rival de Madri no confronto direto, primeiro critério de desempate - vitória por 2 a 0 do Real e empate por 0 a 0 nos dois clássicos desta temporada. Já o Alavés vive má fase e soma 35 pontos, na 17ª posição, a primeira fora da zona de rebaixamento. A equipe recebe o Getafe na próxima rodada.

A partida de hoje começou com um susto para o Real. Logo aos dois minutos, Joselu acertou o travessão, e Varane salvou em cima da linha na sobra para evitar o gol do Alavés.

Já aos 10 minutos, Mendy acabou derrubado em cima da linha da área. A arbitragem marcou pênalti. Benzema foi para a bola e fez mais um gol em penalidade máxima para o Real. O clube de Madri marcou em pênaltis contra Athletic Bilbao, Getafe e Real Sociedad nas últimas semanas. E o Barcelona reclamou de um possível favorecimento ao Real no VAR (árbitro de vídeo).

O jogo esfriou depois do gol. Já na reta final da primeira etapa, Rodrygo, que começou entre os titulares, entrou na área em jogada individual, e a bola bateu no braço de um defensor do Alavés. O Real pediu pênalti, mas o árbitro Jesús Gil Manzano mandou seguir.

Substituição na arbitragem

Árbitro Jesús Gil se lesionou durante primeiro tempo de Real Madrid x Alavés - GABRIEL BOUYS / AFP - GABRIEL BOUYS / AFP
Árbitro Jesús Gil se lesionou durante primeiro tempo de Real Madrid x Alavés
Imagem: GABRIEL BOUYS / AFP

O juiz, inclusive, precisou de atendimento após sentir dores no tornozelo. Ele recebeu aplicação do "spray milagroso" e continuou em campo. Porém, Manzano não voltou do intervalo e deu lugar a Héctor Rodríguez Carpallo no segundo tempo.

Segundo tempo com entrada de Vini Jr.

Com Carpallo em campo, o Real aumentou a vantagem aos cinco minutos. Asensio recebeu passe de Benzema e só rolou para o gol. O auxiliar marcou impedimento do francês no início da jogada, mas o árbitro substituto ouviu o VAR e validou o lance.

Já aos 24 minutos, Vinicius Junior entrou no lugar justamente de Asensio. O atacante brasileiro passou por dois testes do novo coronavírus após o primeiro apontar resultado "inconclusivo". Ontem, a segunda amostra deu negativo, e o ex-jogador do Flamengo acabou liberado para o jogo contra o Alavés.

Foi só. Rodrygo deu lugar a Isco, e Hazard entrou no lugar de Benzema, mas o Real não conseguiu mais marcar e nem foi ameaçado pelo Alavés.

La Liga