PUBLICIDADE
Topo

Presidente do Fla sobre Jesus: 'Tem de perguntar para ele, mas ele fica'

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo - Reprodução / Fla TV
Rodolfo Landim, presidente do Flamengo Imagem: Reprodução / Fla TV

Alexandre Araújo e Rodrigo Mattos

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

08/07/2020 21h33

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, demonstra otimismo em relação à permanência do técnico Jorge Jesus, que é alvo do Benfica, de Portugal. Momentos antes da final da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, contra o Fluminense, o mandatário rubro-negro indicou que apenas o treinador poderia responder sobre o assunto, mas indicou: "ele fica".

"Isso aí [sobre Jesus] você tem de perguntar a ele, mas ele fica", disse, rapidamente.

Landim também explicou o posicionamento do clube da Gávea sobre a transmissão da partida, algo que foi parar nos tribunais e gerou dúvidas até momentos antes do jogo.

"Depois do sorteio, a posição do Flamengo foi muito clara. Flamengo entendeu que o mando de campo passou a ser direito do Fluminense e, como tal, o Fluminense tinha o direito de passar esse jogo. A preocupação é que depois de todo esforço pela Medida Provisória, os torcedores deixassem de ver o jogo. Então, a gente achava que o espírito da Medida Provisória, que era o de democratização. A maior preocupação do Flamengo foi o contrato que o Fluminense tinha com as organizações Globo. Toda hora mudando de posição, Fluminense se posicionando de que não iria passar o jogo porque isso ia enfraquecer o direito dele, que tinha contrato, que a Globo considerava que estava rompido, que ele [Flu] considerava que não estava... A gente ficou com medo de, no meio desse imbróglio jurídico, acabasse que o torcedor como um todo ficasse sem ver o jogo. Isso seria o pior de tudo. Essa era nossa maior preocupação", afirmou.

Flamengo