PUBLICIDADE
Topo

Drubscky promoveu jovem sem consultar outros membros do futebol do Cruzeiro

Riquelmo, jovem do Cruzeiro, foi promovido ao elenco profissional por Ricardo Drubscky - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Riquelmo, jovem do Cruzeiro, foi promovido ao elenco profissional por Ricardo Drubscky Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

08/07/2020 04h00Atualizada em 08/07/2020 16h10

O Cruzeiro anunciou a promoção de Riquelmo ao elenco profissional em 30 de junho passado. A decisão foi tomada pelo diretor-executivo de futebol Ricardo Drubscky. Os outros membros do departamento não foram consultados. Caio Rosa era o favorito para ter uma chance na equipe. O clube nega que a decisão tenha sido individual.

Drubscky não conversou com os três companheiros de pasta na Toca da Raposa II — Deivid (coordenador técnico de futebol), Pedro Moreira (gerente de futebol) e Benecy Queiroz (supervisor administrativo) — e tampouco com o presidente Sérgio Santos Rodrigues antes de definir a subida do garoto ao time comandado por Enderson Moreira. Os demais colaboradores preferiram se silenciar sobre o caso.

A forma como ocorreu a promoção causou estranheza. No entanto, Drubscky não foi contestado publicamente por seus companheiros. Todos optaram por acatar a decisão do dirigente para evitar divergências. A presidência do clube também tomou conhecimento do fato, mas preferiu não interferir.

A diretoria cruzeirense se posicionou sobre o fato por meio de nota: "O Cruzeiro Esporte Clube informa que todas as decisões relativas ao elenco de atletas da equipe principal são tomadas em conjunto, pelos gestores do futebol e a comissão técnica, de maneira estratégica e uniforme".

Procurado para explicar o caso e também falar sobre o critério adotado no caso, o dirigente cruzeirense não atendeu aos telefonemas do UOL Esporte durante a tarde de ontem (7). Foi enviada uma mensagem telefônica às 14h09 (de Brasília) de ontem, solicitando uma posição de Drubscky. Não houve resposta do executivo sobre o fato.

O jovem Riquelmo, de 18 anos, foi incorporado ao elenco principal e tem participado de treinos ao lado dos companheiros. Entretanto, também estará à disposição da equipe sub-20, comandada por Rogério Micale, quando a base retomar as atividades na Toca da Raposa I.

Antes da promoção de Riquelmo, a comissão técnica do Cruzeiro havia solicitado a inclusão de Stênio, de 17 anos, ao elenco profissional. O jovem, inclusive, já chamou a atenção do Athletico-PR, que fez uma consulta pelo atleta. O Cruzeiro pediu 3 milhões de euros (R$ 18,2 milhões) para liberá-lo, mas as conversas não avançaram.

Cruzeiro