PUBLICIDADE
Topo

Inter se reúne com empresa e avança em possível reforma do Gigantinho

Divulgação/SC Internacional
Imagem: Divulgação/SC Internacional

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

07/07/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Dirigentes do Inter tiveram reunião com uma das três empresas que fez proposta para reformar ginásio
  • Encontro foi para clube apresentar termos que quer incluir em oferta de parceria
  • Empresa interessada tem 15 dias para analisar itens propostos pelo Inter e voltar com oferta final
  • Licitação de reforma do Gigantinho busca parceria para reformar ginásio e realizar exploração comercial
  • Inter não vai investir nas obras e busca retorno fixo e variável no acordo de 20 anos
  • Após retorno da empresa, proposta será analisada e depois votada no Conselho Deliberativo

O Internacional deu mais um passo rumo à reforma do Gigantinho, ginásio contíguo ao estádio Beira-Rio. Ontem (6), representantes do clube se reuniram com uma das três empresas que demonstraram interesse em remodelar o equipamento e discutiram termos adicionais à proposta apresentada em abril. A previsão é que haja retorno com relação aos pontos apresentados pelos dirigentes colorados em até 15 dias. A partir daí, havendo acerto, o tema avança para análise no Conselho Deliberativo. As obras dificilmente começarão em 2020.

Segundo apurou o UOL Esporte, a reunião foi vista como 'muito proveitosa'. Os dirigentes do Inter apresentaram itens para encorpar o plano de negócio e saíram otimistas da conversa.

A proposta em questão é da DC Set em parceria com a Opus. A produtora de eventos do Rio Grande do Sul apresentou oferta para exploração voltada a shows e eventos esportivos, com investimento entre R$ 20 milhões e R$ 30 milhões na estrutura do ginásio.

O encontro mais recente foi marcado após reunião da alta cúpula do Inter ainda em junho, quando houve apresentação de parecer de duas comissões — de negócios e patrimonial. O documento indicou que nenhuma proposta recebida atendia às pretensões, mas havia uma em que poderia ocorrer avanço.

A ideia do Inter é ceder o ginásio para um parceiro e ter ganhos mensais da exploração comercial. Além de eventuais parcerias para jogos e eventos, bem como garantias de que as obras serão realizadas dentro do cronograma a ser aprovado.

O fato de a parceria ser discutida, mesmo com a pandemia do novo coronavírus, deixa o Inter animado. O clube fez contato com a interessada, que havia entregue oferta antes da crise gerada pela doença, e ouviu que a proposta seguia de pé. A partir disso, avançou.

O Gigantinho foi inaugurado em 1973 e durante décadas foi palco dos grandes shows de Porto Alegre, incluindo atrações internacionais. Nos últimos anos, perdeu espaço para novos espaços na cidade e ficou de fora do plano de reforma do estádio Beira-Rio. À época, o Inter chegou a cogitar demolição do prédio.

Futebol