PUBLICIDADE
Topo

Covid-19 de Bolsonaro gera apreensão e exames em clubes após visita

Presidente da República recebeu, na semana passada, dirigentes de clubes que têm contrato com a Turner - Reprodução
Presidente da República recebeu, na semana passada, dirigentes de clubes que têm contrato com a Turner Imagem: Reprodução

Do UOL, em Porto Alegre*

07/07/2020 18h57

Os presidentes de Coritiba e Palmeiras fizeram exame para o novo coronavírus hoje, depois da confirmação de que Jair Bolsonaro (sem partido) testou positivo para Covid-19. Os dirigentes participaram de reunião com o Presidente da República na semana passada, em Brasília, ao lado de representantes de outros seis clubes.

A reunião, entre Bolsonaro e os cartolas, ocorreu em 30 de junho. Os testes foram realizados por prevenção, já que nenhum dirigente apresentou sintomas.

De lá para cá, a maioria dos presentes dos clubes fez algum tipo de exame. Mas somente Coritiba e Palmeiras se submeteram à análise clínica depois da notícia de que o presidente está com a doença.

No Palmeiras, o presidente Maurício Galiotte já havia feito exame após a reunião e encarou novo teste hoje. Além dele, o advogado André Sica — presente na conversa em Brasília, igualmente teve amostra coletada.

O presidente do Coritiba, Samir Namur, realizou testes horas depois de Jair Bolsonaro anunciar resultado positivo para o novo coronavírus.

Além de Coritiba e Palmeiras, Athletico-PR, Bahia, Ceará, Fortaleza e Santos também visitaram o Presidente da República na semana passada. Nas fotos, todos os dirigentes do futebol apareceram de máscara. Bolsonaro não.

Consultado, o Santos informou que o representante na viagem à Brasília fez teste rápido por conta própria e vai ser submetido ao protocolo do clube nos próximos dias. Robinson Castro, presidente do Ceará, afirmou que por já ter tido a doença não fará exame. Marcelo Paz, presidente do Fortaleza, encarou teste PCR na sexta-feira por conta do protocolo do clube em meio à pandemia.

O Athletico informou que não vai se manifestar. O presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, afirmou que tem realizado exames dentro do cronograma do departamento de futebol e na próxima sexta-feira fará nova coleta.

Marcelo Medeiros, presidente do Internacional, foi diagnosticado com a Covid-19 em março e em princípio não fará novo teste.

Jair Bolsonaro recebeu os dirigentes de clubes que possuem contrato com a Turner para debater a MP (Medida Provisória) que altera regras dos direitos de transmissão no Brasil.

*Com Diego Salgado, Eder Traskini, Jeremias Wernek, Marcello De Vico, Pedro Lopes, Thiago Fernandes

Futebol