PUBLICIDADE
Topo

Flu x Bota reserva encontro entre Odair e Autuori, ex-companheiros de Inter

Odair Hellmann, técnico do Fluminense, e Paulo Autuori, técnico do Botafogo, já trabalharam juntos no Inter - Colagem de fotos de Lucas Merçon / Fluminense e Vitor Silva / Botafogo.
Odair Hellmann, técnico do Fluminense, e Paulo Autuori, técnico do Botafogo, já trabalharam juntos no Inter Imagem: Colagem de fotos de Lucas Merçon / Fluminense e Vitor Silva / Botafogo.

Alexandre Araújo e Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

05/07/2020 04h00

O clássico de hoje (3) entre Fluminense e Botafogo, que vale vaga na final da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, marca também um reencontro entre Odair Hellmann e Paulo Autuori. Hoje técnicos do time tricolor e do alvinegro, respectivamente, eles trabalharam juntos no fim da década de 90, no Internacional, e, dali, nasceu uma amizade.

O confronto de logo mais também coloca frente a frente os dois clubes que se mostraram contrários ao retorno do futebol de maneira imediata e abriram um embate com a Federação de Futebol do Rio (Ferj).

Cria das categorias de base do Internacional, o volante, então conhecido apenas como Odair, já integrava o elenco profissional e realizou a pré-temporada de 1999 junto aos companheiros. Paulo Autuori, por sua vez, chegava ao Colorado após passagem pelo Botafogo, clube que havia deixado em setembro do ano anterior.

À época, a chegada do treinador era recheada de expectativa devido às conquistas do Campeonato Brasileiro de 95, pelo Botafogo, e Libertadores de 97, pelo Cruzeiro, o que fez com que o nome dele fosse bastante badalado.

Ainda no início da temporada regular, o jovem Odair acabou emprestado ao Fluminense e, na ocasião, recebeu o apoio de Autuori para a transferência. Nas Laranjeiras, o volante fez 31 partidas e balançou a rede em duas oportunidades.

Já Autuori, deixou o Internacional ainda no decorrer de 1999, após 50 jogos. Foram 28 vitórias, 12 empates e 10 derrotas, obtendo 64% de aproveitamento.

Odair Hellmann, treinador do Internacional, durante jogo contra o Cruzeiro - Ricardo Duarte/SC Internacional - Ricardo Duarte/SC Internacional
Imagem: Ricardo Duarte/SC Internacional

Aquela acabou sendo a única passagem de Autuori pelo Beira-Rio. Odair voltou em 2000 e, depois de defender diversos clubes, pendurou as chuteiras em 2009, pelo Brasil de Pelotas.

Como técnico, Odair Hellmann também deu os primeiros passos no Internacional e chegou ao Fluminense no início deste ano, no primeiro trabalho fora do Beira-Rio.

Duelo de clubes contrários à Ferj

O confronto no Nilton Santos também colocará em lados opostos times que, até então, estavam unidos na posição contrária ao retorno do futebol neste momento, por conta da pandemia de coronavírus. Ontem (4), inclusive, publicaram um manifesto conjunto intitulado 'Pelo Respeito, pela Vida e por um novo Futebol'.

Botafogo e Fluminense chegaram a ir ao Tribunal de Justiça Desportiva do Rio (TJD-RJ) e Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para conseguirem um período de treinamentos e o adiamento do retorno aos gramados.

Após decreto do prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), que chegou a paralisar o Carioca, e decisão do STJD, Alvinegro e Tricolor retornaram à competição alguns dias depois do estipulado inicialmente pela Ferj.

Hoje aqui, ontem lá

Abad e Autuori durante apresentação do dirigente no Fluminense - Lucas Merçon/Fluminense - Lucas Merçon/Fluminense
Imagem: Lucas Merçon/Fluminense

Hoje técnico do Botafogo, Autuori tem uma passagem recente pelo Fluminense, mas como coordenador técnico. Ele chegou às Laranjeiras para a temporada 2018 e, à época, trabalhou com o presidente Pedro Abad e teve Abel Braga como técnico.

Ele deixou o clube em maio, após cinco meses de trabalho. Autuori já vinha mostrando insatisfação com alguns episódios que aconteciam no clube, que atravessava uma crise financeira e política.

Pouco depois, Abel Braga também pediu demissão, obrigando a diretoria a quase remontar o departamento de futebol durante a paralisação para a disputa da Copa do Mundo.

Após o Flu, Autuori treinou o Ludogorets Razgrad, da Bukgária, e Atlético Nacional, da Colômbia. No retorno ao Brasil, foi superintendente do Santos.

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE x BOTAFOGO


Local: Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 5 de julho de 2020 (domingo), às 16h (Horário de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Assistentes: Michael Correia e Diogo Carvalho Silva.

FLUMINENSE: Muriel, Gilberto, Nino, Digão e Egídio; Hudson, Yago e Nenê; Wellington Silva, Fred e Marcos Paulo. Técnico: Odair Hellmann

BOTAFOGO: Gatito (Cavalieri), Fernando, Marcelo Benevenuto, Kanu e Danilo Barcelos; Caio Alexandre, Honda e Bruno Nazário; Luiz Fernando, Pedro Raul e Luis Henrique. Técnico: Paulo Autuori.

Fluminense