PUBLICIDADE
Topo

Dispensado do SP, ele 'estreou' no Calcio contra CR7 e hoje o revê em dérbi

Torino de Bremer e Juventus de CR7 fazem hoje o clássico de Turim - Marco Canoniero/LightRocket
Torino de Bremer e Juventus de CR7 fazem hoje o clássico de Turim Imagem: Marco Canoniero/LightRocket

Marcello De Vico

Do UOL, em Santos (SP)

04/07/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Clássico entre Juventus e Torino abre hoje a 30ª rodada do Calcio
  • Zagueiro brasileiro Bremer volta a encontrar Cristiano Ronaldo
  • "É um jogador de alto nível. Uma honra poder enfrentá-lo", diz
  • Estreia de Bremer como titular no Calcio foi justamente contra CR7
Classificação e Jogos

Sabe aquele frio na barriga de estrear como titular, ainda jovem, em uma das maiores competições do mundo? Ex-São Paulo e Atlético-MG, o zagueiro Bremer, hoje no Torino, passou por isso de uma maneira, digamos, inesquecível. Sabe quem ele precisou marcar em seu primeiro jogo como titular na Série A do Campeonato Italiano? Ninguém menos que Cristiano Ronaldo. Um ano depois, ele terá, hoje (4), o seu terceiro encontro com 'o homem', como ele mesmo o chama. Juve e Torino se enfrentam na Arena Juventus, às 12h15 (de Brasília).

"Nós chegamos no mesmo período na Itália. O meu primeiro jogo como titular no Torino, na Série A do Italiano, foi justamente contra a Juventus e para enfrentá-lo. Primeira vez e já contra o homem, né [risos]?! Não fiquei nervoso, não. Mas, sem dúvida, foi uma motivação extra", brinca o jogador de apenas 23 anos em entrevista exclusiva ao UOL Esporte.

Assim como acontece com a maioria dos zagueiros, Bremer não conseguiu impedir que CR7 deixasse a sua marca em sua estreia como titular no Calcio. Mas, ao menos, o Torino conseguiu um digno empate por 1 a 1 na casa da Juventus, em jogo disputado em 3 de maio de 2019 pela 35ª rodada do Campeonato Italiano. O defensor voltou a enfrentar o craque luso no primeiro turno da atual temporada do torneio local; dessa vez CR7 passou em branco, mas a Juve levou a melhor: 1 a 0, no Olímpico de Turim. Hoje, quem sabe vem a primeira vitória sobre a fera?

"É um jogador de alto nível. Uma honra poder enfrentá-lo. É sempre um fator de motivação extra enfrentar grandes jogadores. Acredito muito no trabalho que fizemos durante a semana para fazer um grande jogo. A Juventus é um bom time e vai ser um confronto duríssimo", diz Bremer, que foi vendido pelo Atlético-MG ao Torino na metade de 2018, por R$ 27 milhões.

O começo foi difícil, mas hoje Bremer é titular absoluto do Torino: "A adaptação foi demorada, mas muito importante para eu estar vivendo esse bom momento. Me adaptei muito bem à língua e, principalmente, à maneira de jogar no futebol italiano. Tive que evoluir e crescer em muitos aspectos para poder ter oportunidades. O futebol italiano exige que você seja perfeito taticamente. Isso que busquei para poder estar entre os titulares nesta temporada".

Dispensado do São Paulo

Zagueiro Bremer em passagem pelas categorias de base do São Paulo - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Ainda menino, Bremer passou pelas categorias de base do São Paulo, mas não conseguiu permanecer. "No futebol as coisas não acontecem como a gente espera. Tinha, sim, a intenção de me profissionalizar no São Paulo, mas não tive oportunidades. Mas aprendi muito no tempo que lá estive", afirma o jogador, que diz não guardar mágoas do clube tricolor pela saída.

"Foram poucas oportunidades no São Paulo, mas tenho plena consciência que em todas me dediquei e dei meu melhor. Minha situação era complicada, pois estava emprestado pelo Desportivo Brasil. Para ficar comigo eles iriam precisar me comprar. Além disso, a concorrência era qualificada e pesada. O São Paulo tem uma das maiores bases do Brasil. Não fica nenhuma mágoa. Muito pelo contrário", acrescenta.

Ascensão relâmpago no Galo

Jogadores do Atlético-MG comemoram gol de Bremer contra o Atlético-PR - RODOLFO BUHRER/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO - RODOLFO BUHRER/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: RODOLFO BUHRER/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

No Atlético-MG, a história foi totalmente diferente. Em apenas seis meses de base, Bremer foi campeão da Copa do Brasil sub-20 de 2017. As boas atuações abriram caminho para oportunidades no time principal, e, no ano seguinte, o zagueiro se tornou um dos pilares do time de Thiago Larghi. Veio, então, a proposta do Torino, e Bremer saiu em alta, durante a pausa do futebol para a Copa do Mundo, com a equipe na vice-liderança do Brasileirão.

"Foi tudo muito rápido. Cheguei para jogar pelo sub-20 do clube e logo no primeiro campeonato fomos campeões. Ganhamos a Copa do Brasil da categoria. Seis meses depois estava no profissional, como titular, e ajudando o clube que vinha fazendo uma boa campanha no Brasileiro, em 2018. E, em pouco tempo, a proposta do Torino. Enxerguei como grande possibilidade de começar minha carreira na Europa e foi também uma boa negociação para o clube. Hoje tenho a certeza de que fiz uma grande escolha", conta.

Boas atuações em Turim e até fase artilheira

Juan Cuadrado e Bremer disputam bola na partida Juventus x Torino pelo Campeonato Italiano - Valerio Pennicino - Juventus FC/Juventus FC via Getty Images - Valerio Pennicino - Juventus FC/Juventus FC via Getty Images
Imagem: Valerio Pennicino - Juventus FC/Juventus FC via Getty Images

Ainda em adaptação, Bremer jogou apenas sete partidas em sua temporada de estreia (2018/19) em Turim. Mas, já no final dela, começou a ganhar espaço, tanto é que foi titular em dois jogos da reta final do Calcio - o já citado, contra a Juventus, e diante da Lazio, na rodada de encerramento. Tudo caminhava para que Bremer voltasse do período de recesso como titular do Torino, e isso aconteceu. Até aqui, são 26 jogos, todos como titular, e um faro de artilheiro aguçado: quatro gols.

"Particularmente, tem sido uma temporada muito produtiva. Além dos gols, tenho feito boas atuações e evoluído demais como atleta. Estou em uma das principais escolas quando o assunto é o sistema defensivo e tenho procurado extrair o máximo desta experiência", completa.

Enquanto a Juventus de Cristiano Ronaldo lidera o Italiano com 72 pontos e busca mais um resultado positivo para se afastar ainda mais da vice-líder Lazio, que tem 68, o Torino vive outra realidade. O time de Bremer é o 13º colocado, com 31 pontos, e luta para se distanciar da zona de rebaixamento - que está a seis pontos. O clássico de Turim abre a 30ª rodada do Calcio.

Futebol