PUBLICIDADE
Topo

Juca Kfouri: "Atlético-MG está entrando no doping financeiro"

Do UOL, em São Paulo

03/07/2020 04h00

Depois de o Flamengo conquistar o Campeonato Brasileiro e a Copa Libertadores de 2019 e estar embalado na atual temporada, se aproximando também do título estadual, o Atlético-MG decidiu investir pesado na formação de um time forte para fazer frente ao Rubro-Negro. Para isso, o Galo trouxe o técnico Jorge Sampaoli, vice-campeão nacional com o Santos, e seis reforços indicados pelo argentino e pagos com a ajuda do empresário Rubens Menin.

No podcast Posse de Bola #39, o jornalista Juca Kfouri afirma não estar seguro se o clube mineiro fará frente ao Flamengo, indicando que o único que tem chances, mas não tantas, é o Grêmio. No caso do Atlético-MG, Juca vê um risco financeiro futuro ao contratar atletas sem ter as condições financeiras sólidas para custeá-los, uma vez que conta com o apoio de um mecenas.

"Eu aposto muito no Sampaoli. Aposto e 'desaposto'. Vejo claramente que, do ponto de vista administrativo, o Galo, se não está correndo o mesmo risco do Cruzeiro porque tem um mecenas, que é mais um da família Bolsonaro, diga-se de passagem. Amanhã, esse cara pode brigar, como já aconteceu com a direção do Galo, porque a gente está vendo o Sampaoli pedindo mundos e fundos e o Galo não pode", afirma Juca (disponível no vídeo acima a partir de 54:54).

"O Galo está entrando naquela coisa que eu há anos chamo a atenção, do doping financeiro. Não cumpre as suas obrigações, tem lá alguém que injeta e seja o que Deus quiser. Mas, como eu acho que estamos chegando num estágio no futebol brasileiro em que essas coisas tendem mais a dar errado do que dar certo, não tenho muita dúvida em dizer que se alguém pode [incomodar o Flamengo], é o Grêmio. Mas é o time titular do Grêmio; O elenco do Grêmio não faz frente ao elenco do Flamengo", completa o jornalista.

Para Juca, o maior adversário do Flamengo pode estar dentro do próprio clube, no caso, os dirigentes, caso a postura deles venha a interferir na atuação do time dentro de campo.

"Eu não tenho dúvida, não tenho o que já disse lá atrás, eu acho, eu vejo uma diferença abissal entre o Flamengo e os outros. O maior adversário do Flamengo pode ser a própria arrogância do Flamengo. Se a arrogância da direção do Flamengo não passar para dentro de campo, o Flamengo vai sobrar, mas vai sobrar muito", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol