PUBLICIDADE
Topo

Time que tem Dani Alves de sócio espera fim da pandemia para definir futuro

Daniel Alves, jogador do São Paulo - Marcello Zambrana/AGIF
Daniel Alves, jogador do São Paulo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

02/07/2020 04h00

Classificação e Jogos

A pausa nas competições por causa da pandemia do novo coronavírus afetou diretamente as finanças dos clubes de futebol. Daniel Alves sentiu isso não só no São Paulo, onde teve o seu salário reduzido. O jogador é um dos quatro sócios do Votuporanguense, que disputa a Série A-2 do Campeonato Paulista. A equipe hoje conta com apenas 20% do seu elenco e espera a retomada das atividades para definir o seu futuro.

"Ficamos com 20% dos jogadores, porque a maior parte já tinha o contrato no fim e não existia a necessidade de continuar com eles. Mantemos o contato com esses atletas e vamos estudar o que vamos fazer quando as competições voltarem", disse Marcello Stringari, presidente do Votuporanguense.

Daniel Alves passou a fazer parte do clube o interior por intermédio do seu empresário, Fransérgio Ferreira. A negociação teve início em 2018 e foi concluída no ano passado, quando o jogador ainda defendia o Paris Saint-Germain, da França. Segundo apurou a reportagem, o camisa 10 do São Paulo, porém, não tem qualquer vinculação no trabalho diário do clube.

"O Daniel Alves entrou por ser sócio do Fransérgio. Existe outro investidor, pois temos quatro cotas nesta divisão", explicou Marcello.

A equipe enfrentava um momento difícil no Estadual. O time ocupa a última colocação na tabela de classificação do torneio, com nove pontos somados em 12 partidas (duas vitórias, três empates e sete derrotas). A próxima partida será contra o XV de Piracicaba.

São Paulo