PUBLICIDADE
Topo

Clebão diz que não foi à Copa de 1994 por erro de Mustafá Contursi

Cléber, ex-zagueiro do Palmeiras - Reprodução/Instagram
Cléber, ex-zagueiro do Palmeiras Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/07/2020 20h12

O ex-zagueiro Cléber, conhecido principalmente por sua longa passagem pelo Palmeiras, afirmou que esteve muito perto de ser convocado para a Copa do Mundo de 1994, mas que ficou de fora da lista de Carlos Alberto Parreira por conta de um erro do chefe da delegação Mustafá Contursi.

Cléber contou que deixou de ir a uma excursão com o Palmeiras para a Rússia - orientado por Mustafá esperando a convocação no lugar de Ricardo Gomes, que havia sido cortado, mas que viu Ronaldão, que na época atuava no Shimizu S-Pulse, do Japão, ser chamado.

"Já tinha saído a primeira convocação, os meus companheiros de Palmeiras que foram para a seleção já estavam nos Estados Unidos e eu estava na Colômbia com o time para um amistoso contra a seleção local. De lá, a gente sairia para uma excursão para a Rússia. O Mustafá Contursi, que era chefe da delegação, me ligou antes de a gente ir para a Europa e me disse que era para eu ficar no hotel porque tinha notícias boas", disse em entrevista ao Expediente Futebol, do Fox Sports, hoje.

"Naqueles dias eu recebi muitas ligações de jornalistas, que também me diziam que estava tudo certo, que eu seria convocado. O Ronaldão foi convocado. Ele era campeão mundial, era um ótimo zagueiro e o que importa é que o Brasil foi campeão. E eu me considero campeão também porque eu sou brasileiro", continuou.

O ex-defensor do Palmeiras contou que ouviu de alguns colegas que realmente seria convocado, mas que o vazamento desta informação por Mustafá Contursi fez com que a comissão técnica mudasse os planos de última hora.

"Depois, alguns colegas me disseram que o Mustafá se antecipou na informação da minha convocação, vazando, inclusive, para a imprensa. A comissão técnica não gostou e acabou não me convocando por conta disso", completou.

UOL Esporte vê TV