PUBLICIDADE
Topo

Juca Kfouri: "A melhor coisa para o Palmeiras e o Dudu é ele ir embora"

Do UOL, em São Paulo

30/06/2020 04h00

Em meio a uma acusação de agressão da esposa Mallu Ohanna, o atacante Dudu tem uma proposta do Al Duhail, do Qatar, e considera deixar o Palmeiras após cinco temporadas atuando pelo clube no qual conquistou dois títulos brasileiros, uma Copa do Brasil e se destacou como o principal jogador do elenco.

No podcast Posse de Bola #39, o jornalista Juca Kfouri analisa que a proposta que chega para Dudu e a situação em relação à acusação de agressão, que está sendo investigada pela Polícia Civil de São Paulo, tornam insustentável a permanência do jogador no Palmeiras e que a saída é melhor tanto para o jogador quanto o clube no momento.

"Embora ele tenha recusado outras propostas, neste momento, eu acho que é o melhor que pode acontecer para ele é ir embora do Brasil, que ele está envolvido aí nessa questão. Eu não quero dar ainda a minha opinião em relação, eu digo isso a minha vida inteira, para mim, das coisas mais absolutamente inaceitáveis que existem é quem bate em criança e homem que bate em mulher. Para mim, isso classifica uma pessoa. Eu não quero me relacionar com alguém que encoste a mão numa mulher para bater", afirma Juca (disponível no vídeo acima a partir de 34:29).

"Eu acho que a melhor coisa que pode acontecer para o Palmeiras e para o Dudu agora, embora vá enfraquecer, e muito, o Palmeiras, que perderá o seu principal jogador. Não é nem uma questão de o Palmeiras precisar do dinheiro, que será bem-vindo, mas é que a situação do Dudu vai ficando muito desagradável para ele continuar aqui", completa o jornalista.

Juca cita ainda que o fato precisa ser apurado e relembra casos de violência doméstica envolvendo jogadores de futebol no Brasil e como os clubes no país não se importam com o histórico de seus jogadores em situações como esta.

"Pelo que a gente vê nos filmes, e que a ex-mulher do Dudu diz que não é a história inteira, digamos que o Dudu tem uma boa justificativa, 'eu não fiz nada, fui agredido e não agredi'. Agora, lembremos, já havia acontecido isso quando ele estava em Porto Alegre. Ele tem um passado de agressor de mulheres, mesmo assim, como só acontece no Brasil, o Palmeiras o contratou, o Corinthians queria e o São Paulo também. Lembremos, o Robinho está condenado na Itália por agredir mulher, e o Santos o quer aqui", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol