PUBLICIDADE
Topo

Há 11 anos, Kaká chegava como ídolo no Real e lotava Santiago Bernabéu

04.dez.2012 - Titular e capitão, brasileiro Kaká marcou o terceiro gol do Real Madrid na partida contra o Ajax, pela Liga dos Campeões - Daniel Ochoa de Olza/AP Photo
04.dez.2012 - Titular e capitão, brasileiro Kaká marcou o terceiro gol do Real Madrid na partida contra o Ajax, pela Liga dos Campeões Imagem: Daniel Ochoa de Olza/AP Photo

Do UOL, em São Paulo

30/06/2020 16h31

No dia 30 de junho de 2009, o brasileiro Kaká era apresentado no Santiago Bernabéu com um público de 40 mil espectadores. O ídolo do São Paulo e do Milan, chegou ao time espanhol após o auge de sua carreira, conquistando no time italiano 5 títulos e subindo ao topo do futebol mundial, ganhando o prêmio de Melhor Jogador do Mundo da Fifa em 2007.

O time merengue desembolsou 65 milhões de euros na contratação do craque, em um contrato de 6 anos. Kaká foi campeão da Copa das Confederações vestindo a camisa 10 da amarelinha e partiu rumo a Madri para sua apresentação digna de um ídolo.

Foram quatro anos jogando pelo Real Madrid vestindo a camisa 8. O meio-campista participou de 120 partidas, marcou 29 gols e deu 39 assistências. Pelo time merengue, Kaká conquistou uma vez o Campeonato Espanhol, uma vez a Copa da Espanha, uma vez a Supercopa da Espanha.

Por ter se lesionado, Kaká perdeu espaço no time do Real Madrid. Em setembro de 2013, o brasileiro anunciou seu retorno ao clube em que se tornou ídolo na Europa, o Milan.

Seleção brasileira

Jogando pela seleção do Brasil, o meia se tornou umas das peças importantíssimas para o elenco na primeira década do século. Ao todo foram 88 jogos, 28 gols e 16 assistências, conquistando a Copa do Mundo de 2002 e as edições de 2005 e 2009 da Copa das Confederações. Além disso, Kaká participou das Copas do Mundo de 2006 e 2010, ambas como titular do time.

Futebol