PUBLICIDADE
Topo

Ex-mulher de Dudu, Mallu Ohanna cita ameaça e se diz triste com julgamentos

Mallu Ohana, esposa de Dudu, do Palmeiras, é atendida em hospital após suposta agressão do jogador - Arquivo pessoal
Mallu Ohana, esposa de Dudu, do Palmeiras, é atendida em hospital após suposta agressão do jogador Imagem: Arquivo pessoal

Do UOL, em São Paulo

29/06/2020 16h10

Mallu Ohanna, ex-mulher do atacante Dudu, do Palmeiras, expôs hoje no canal CNN Brasil sua versão do que, segundo ela, seriam anos de violência doméstica sofrida. Ela, que relata ter sido ameaçada por terceiros, se diz triste com os julgamentos e afirma que só divulgou o caso por estar cansada de ser "deixada para trás" por Dudu e seus advogados.

"Resolvi falar porque já venho sofrendo isso há uns dez anos, que estou passando por agressões físicas, verbais e patrimoniais. E tudo isso foi me gerando uma mágoa que tinha que me abrir, abrir para as pessoas o que realmente estou passando, o que eu passei nesses anos todos. Isso que aconteceu segunda-feira (22) não foi uma das primeiras, foram várias", conta Mallu.

"Minha família é muito simples, todo mundo está sofrendo com isso, eu não queria estar aqui me expondo pra todo mundo, ouvir todo mundo falando coisas negativas. Por isso me deixa muito triste as pessoas me julgando. Eu tomei essa decisão porque eu cansei das pessoas me passarem pra trás, da parte dele, dos advogados dele."

Ela diz que a família já sabia de tudo, e até insistia para que ela se divorciasse, "desse um jeito" em sua vida, mas a esperança de que Dudu fosse melhorar impedia a separação.

"Minha mãe me apoia muito, minha avó, meu pai. Só que eles viam, ele pedia perdão pelas coisas que ele fazia, e eu perdoava, e eles [familiares] não gostavam muito de se intrometer no assunto. Eles falavam para eu me separar, mas eu acreditava nele, que ele ia melhorar, que a gente ia ser uma família feliz, ele pedia desculpas, chorava."

Mallu relata que, desde que descobriu o filho de Dudu fora do casamento, passou a fazer acompanhamento psicológico e a tomar remédios para dormir. Ela diz estar se recuperando aos poucos, conseguindo descansar sem a medicação.

Sobre o futuro, ela espera que as coisas se ajeitem de forma rápida para que possa seguir: "Quero resolver isso logo pra me libertar disso, viver minha vida, cuidar das crianças e tentar ser feliz daqui pra frente". Segundo ela, os filhos não sabem muito do conflito entre os pais.

Por fim, Mallu diz ter recebido ameaças de torcedores: "Até ameaça eu estou recebendo. Estou recebendo muitas críticas porque ele vai sair do Palmeiras, que a culpa vai ser minha, que vão perder um ídolo. Tem ameaça que fala que vai me matar, fala que eu vou perder tudo porque eu fiz isso".

Até o momento, Dudu, que já foi condenado em 2013 pela Lei Maria da Penha após agredir Mallu e a sogra, nega as acusações atuais de violência. O caso ainda envolve uma suposta falsificação da assinatura da esposa por parte de Dudu.

Palmeiras