PUBLICIDADE
Topo

Bap disse que Abel estava de "sacanagem" no Fla: "bebeu ou estava drogado"

Luiz Eduardo Baptista, o Bap (ao centro), ao lado do presidente Rodolfo Landim e de Gustavo Oliveira, vice de comunicação do Flamengo - Alexandre Vidal/Flamengo
Luiz Eduardo Baptista, o Bap (ao centro), ao lado do presidente Rodolfo Landim e de Gustavo Oliveira, vice de comunicação do Flamengo Imagem: Alexandre Vidal/Flamengo

Do UOL, no Rio de Janeiro

28/06/2020 08h08

Luiz Eduardo Baptista, o Bap, vice-presidente de relações externas do Flamengo, voltou a causar polêmica. Desta vez, o dirigente virou suas baterias para o ex-técnico Abel Braga.

Em entrevista ao blog "Ser Flamengo", o rubro-negro avaliou a passagem do profissional pelo clube e disse que a cúpula do Fla entendia que Abel estava de "sacanagem".

A gente entendia que o ciclo do Abel estava para acabar. Ia acabar rápido. 70% por causa dele. Houve um momento em que a gente achava, e a gente discutia internamente, que ele devia estar de sacanagem. A gente olhava ele dando entrevista e a gente falava "cara, tem alguma coisa que a gente não está entendendo. Ou ele bebeu ou ele está drogado", disparou

Bap se referiu a algumas declarações de Abel que não foram bem digeridas pela diretoria. O técnico causou a ira no clube ao dizer que perder para o Atlético-MG era normal e ao dizer que o Beira-Rio era o estádio mais bonito do Brasil:

"Não é possível. Não é possível que ele esteja falando o que ele está falando'. Nós entendemos, a impressão que algum de nós teve é que ele estava cavando a própria saída. Ele tá querendo brigar com a gente. Não é possível".

Abel pediu demissão após o clima ficar insustentável na Gávea. Sem os resultados esperados, ele ficou isolado e também recebeu forte pressão por grande parte da torcida. Ele liderou o time na conquista do Carioca de 2019.

Flamengo