PUBLICIDADE
Topo

Vice do Grêmio deixa hospital após 110 dias internado por Covid-19

Divulgação/Grêmio FBPA
Imagem: Divulgação/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

26/06/2020 17h07Atualizada em 26/06/2020 17h11

Marco Bobsin, vice-presidente do Grêmio, recebeu alta hoje e deixou o hospital Moinhos de Vento após 110 dias de internação. O dirigente foi hospitalizado após contrair Covid-19 e chegou a ser deslocado para UTI, antes de apresentar outras complicações e seguir internado.

Aos 68, Bobsin é integrante do Conselho de Administração do Grêmio — órgão que comanda o clube ao lado de Romildo Bolzan Jr., presidente no cargo desde janeiro de 2015.

Marco Bobsin passou dois meses internado na UTI e mais 30 dias em recuperação, depois de deixar a unidade de tratamento intensivo. A previsão é que ele permaneça em casa pelas próximas semanas para completar a recuperação das complicações.

O dirigente assumiu cadeira no Conselho de Administração em dezembro. Antes, atuava como assessor da presidência.

Bobsin participou do jantar de confraternização entre as diretorias de Grêmio e Internacional, na véspera do Gre-Nal da Copa Libertadores. O encontro passou a ser tratado como marco zero de contágio entre dirigentes e funcionários dos clubes.

Futebol