PUBLICIDADE
Topo

Austrália e Nova Zelândia vão sediar próxima Copa do Mundo feminina

Seleção da Austrália durante a Copa do Mundo feminina de 2019 - Elsa/Getty Images
Seleção da Austrália durante a Copa do Mundo feminina de 2019 Imagem: Elsa/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

25/06/2020 13h34

A Fifa anunciou hoje que escolheu a Austrália e Nova Zelândia como sede da Copa do Mundo de 2023. Esta será a primeira vez que a competição será realizada na Oceania.

A decisão foi divulgada após votação entre membros do conselho. O resultado foi de 22 a 13 a favor dessa candidatura.

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, integrantes da Concacaf (Américas Central e do Norte), CAF (África), AFC (Ásia) e OFC (Oceania) votaram na Austrália/Nova Zelândia, enquanto membros da Uefa (Europa) e Conmebol (América do Sul) votaram na Colômbia.

O Brasil estava na disputa para sediar o evento, mas retirou a candidatura no dia 8 de junho. Entre os motivos apresentados, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) citou a falta de garantias do governo federal para a realização do torneio, além da pandemia do novo coronavírus e a situação econômica do país.

O Japão também estava entre os candidatos, mas desistiu três dias antes da votação. A decisão estava entre Austrália/Nova Zelândia e Colômbia.

Futebol feminino