PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Blogueiros veem imagem do Brasil "um desastre" na volta do futebol

Bruno Henrique, do Flamengo, divide bola durante jogo contra o Bangu - Thiago Ribeiro/AGIF
Bruno Henrique, do Flamengo, divide bola durante jogo contra o Bangu Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Do UOL, em Santos (SP)

24/06/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Qual imagem que se passa na tentativa de volta do futebol brasileiro?
  • Andrei Kampff: "Não olhamos ensinamentos que o mundo nos joga na cara"
  • Juca Kfouri: "Busca desesperada em minimizar os prejuízos à custa da saúde"
  • "A imagem é o desespero econômico. É preciso faturar", analisa Menon
  • Renato Maurício Prado: "Idêntica à do governo federal: um desastre"

A retomada do Campeonato Carioca na semana passada e a pressa de alguns clubes brasileiros em voltar com o futebol o quanto antes, ainda com o país em situação alarmante quanto à pandemia do coronavírus, têm sido assuntos corriqueiros ao longo desses últimos dias.

Nós abordamos esse tema com os blogueiros do UOL Esporte e lhes fizemos a seguinte pergunta: Qual a imagem mais forte que se passa na tentativa de volta do futebol brasileiro: Pressa? Falta de unidade dos clubes e deles com federações e governos nacionais? Interesses individuais? Ou alguma outra opção? Veja o que eles responderam:

ANDRÉ ROCHA

É a prova de que ou nossa sociedade sempre foi insana e insensível e agora as redes sociais e uma pandemia escancararam nossas loucuras ou ficamos indiferentes a milhares de mortes ao longo do tempo e do aumento da desigualdade e das mazelas sociais.

Leia o blog do André Rocha.

ANDREI KAMPFF

Não olhamos ensinamentos que o mundo nos joga na cara. O futebol só voltou em países onde o governo ouviu a ciência, tomou medidas difíceis e necessárias, e a população respeitou essas determinações. O Brasil ainda não deu nenhum desses passos.

Leia o blog Lei em Campo.

JUCA KFOURI

A busca desesperada em minimizar os prejuízos à custa da saúde das pessoas. O beco sem saída em que está o país por não ter sabido, desde antes da chegada da pandemia por aqui. Planejamento zero.

Leia o blog do Juca.

MARCEL RIZZO

O futebol deveria ter ignorado a abertura prematura da economia no país no auge da pandemia e dado um recado: não somos trabalho essencial e vamos esperar tudo acalmar. Mas pesou a situação financeira, os clubes precisam jogar para receber dinheiro de patrocinadores e detentores de direitos de transmissão. Uma equação difícil de ser fechada, é verdade, mas que deveria sempre priorizar a saúde.

Leia o blog do Marcel Rizzo.

MENON

A imagem é o desespero econômico. É preciso faturar.

Leia o blog do Menon.

MILTON NEVES

Passa a mesma mensagem da briga Covid x Economia: quanto mais pressa, mais mortes. A mesma pressa da chamada "MP do Flamengo": não vai prosperar, como dizem os juristas.

Leia o blog do Milton Neves.

PERRONE

Passa a mensagem de Jair Bolsonaro diante de tantas mortes: "e daí?"

Leia o blog do Perrone.

RENATO MAURÍCIO PRADO

A imagem do futebol no momento é idêntica à do governo federal. Um desastre.

Leia o blog do Renato Maurício Prado.

RODRIGO MATTOS

A volta do futebol é apressada como foi a reabertura de outros setores da economia no Brasil em meio à epidemia. O futebol nem é um vilão, nem está certo ao voltar. Simplesmente está inserido em uma sociedade que abriu shoppings quando o número de mortes nos Estados ainda era alto.

Leia o blog do Rodrigo Mattos.

Futebol