PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians, Palmeiras, Santos e SPFC fazem pacto e realizam testes físicos

Funcionário desinfecta banco de reserva de um dos campos do CT da Barra Funda, do São Paulo - Rubens Chiri / saopaulofc.net
Funcionário desinfecta banco de reserva de um dos campos do CT da Barra Funda, do São Paulo Imagem: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Diego Salgado, José Eduardo Martins e Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo

24/06/2020 04h00

Corinthians, Palmeiras Santos e São Paulo vão se preparando para retomar a rotina de trabalho após a paralisação nas competições por causa da pandemia do novo coronavírus. Segundo apurou o UOL Esporte, os quatro clubes fizeram uma espécie de pacto para aplicar os exames médicos e os testes físicos nos seus jogadores da mesma maneira nos próximos dias. A ideia é de que no dia 1º de julho, quando as atividades estarão liberadas oficialmente pelo governo do Estado, os elencos possam começar a treinar a parte tática.

Os primeiros exames médicos foram realizados na última semana. Com os resultados em mãos, os clubes deixaram em quarentena os jogadores e funcionários que testaram positivo para a Covid-19.

São Paulo, Palmeiras e Corinthians já começaram a fazer os testes físicos em seus centros de treinamento. O Santos iniciou a rotina ontem (23), com o elenco dividido em dois grupos para as avaliações físicas e clínicas, com atividades no campo e na academia.

No protocolo seguido pelos clubes, os atletas devem respeitar o distanciamento e a preferência é por atividades em ambientes aberto. No São Paulo e no Palmeiras, por exemplo, foram usados três campos dos respectivos CTs, além de áreas externas dos locais.

O número de funcionários nas dependências do clube também foi drasticamente reduzido. Para evitar aglomeração, os jogadores também não utilizam vestiários, refeitórios e outros ambientes. Nos próximos dias, novos exames deverão ser realizados. A ideia é que para o dia 1º de julho, ao menos o treino fantasma (quando não há contato entre os jogadores) poderá ser aplicado.

"Essa volta ajudou bastante para adiantar algumas avaliações dos atletas. Hoje fizemos avaliação aeróbia para ver qual condição atual dos atletas e também analisar em relação ao aeróbio que fizeram durante o período da quarentena para ter esse ganho. Agora na volta estamos seguindo os protocolos com os grupos divididos em campos e deu para monitorar bem. Nos próximos dias teremos mais avaliações de outras variáveis físicas", explicou o fisiologista do Corinthians, Fedato Filho.

Futebol