PUBLICIDADE
Topo

Crivella decreta suspensão de jogos no Rio, mas revê posição horas depois

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos)  - André Melo Andrade/Myphoto/Estadão Conteúdo
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos) Imagem: André Melo Andrade/Myphoto/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

20/06/2020 16h39Atualizada em 20/06/2020 19h47

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), primeiro decretou hoje (20) a suspensão de qualquer competição esportiva com portões fechados até o dia 25 de junho. A medida foi publicada no Diário Oficial do município. Crivella anunciou horas depois, porém, que faria um ajuste neste decreto, afirmando que apenas os jogos com Botafogo e Fluminense estariam suspensos.

A medida faria com que o Campeonato Carioca —que havia retornado na última quinta com a vitória do Flamengo por 3 a 0 sobre o Bangu— voltasse a ser paralisado. Mas a decisão foi revista.

O Estadual tem duas partidas marcadas para amanhã (21): Vasco x Macaé, às 16h, em São Januário, e Madureira x Resende, às 15h45, em Conselheiro Galvão.

Já na segunda (22) estavam agendados os jogos que geraram grande polêmica: Botafogo x Cabofriense, no Nilton Santos, e Fluminense x Volta Redonda, no Maracanã. Esses estão adiados.

Tanto o Alvinegro quanto o Tricolor se recusavam a atuar nesta data. Eles não chegaram a um acordo com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) em mais uma audiência conciliatória realizada hoje pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Além desta decisão, o documento informa que os centros de treinamento localizados no município passarão por uma inspeção feita pelo órgão sanitário do Rio antes de serem novamente liberados para uso. Já os clubes que treinam fora da capital precisam apresentar um relatório sanitário feito por um órgão competente até o dia 25 deste mês.

O decreto ainda aponta que as demais modalidades esportivas que desejarem retornar às atividades, precisam enviar protocolos sanitários adequados para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Futebol