PUBLICIDADE
Topo

Botafogo aciona TJD-RJ por período de treino e retorno ao Carioca em julho

Jogadores do Botafogo de máscara em partida disputada antes da paralisação do futebol devido ao coronavírus - RICARDO MORAES
Jogadores do Botafogo de máscara em partida disputada antes da paralisação do futebol devido ao coronavírus Imagem: RICARDO MORAES

Alexandre Araújo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

18/06/2020 17h39

O Botafogo acionou, na tarde de hoje (18), o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), contra o retorno aos gramados na próxima segunda-feira, contra a Cabofriense, na retomada do Campeonato Carioca. A data foi estipulada pela Federação de Futebol do Rio (Ferj) em arbitral, mas o Alvinegro não concorda com a medida.

O elenco do Glorioso retorna aos treinos presenciais apenas neste sábado e a diretoria pretende brigar pelo direito de voltar a campo apenas em julho. A informação foi publicada, primeiramente, pela Rádio Tupi e confirmada pelo UOL Esporte.

Ontem (17), Carlos Augusto Montenegro, membro do comitê gestor de Futebol, havia afirmado que, caso as datas publicadas pela Ferj fossem mantidas, o clube não disputaria o Estadual e afirmou que ninguém entraria no Nilton Santos.

O dirigente ressaltou ainda não temer punições, uma vez que o Prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) demonstrou estar ao lado das decisões do Alvinegro. Montenegro salientou também que o grupo comandado por Paulo Autuori não havia retornado aos treinos anteriormente por precaução e medo, uma vez que as atividades aconteceriam em meio a uma pandemia.

A última partida do Botafogo foi em 15 de março, contra o Bangu, jogo que marcou a estreia do japonês Honda com a camisa alvinegra. O Carioca foi paralisado no dia seguinte, diante dos cuidados com o surto de contágio de Covid-19. A competição retorna hoje (18) à noite, com o duelo entre Flamengo e Bangu, no Maracanã.

Botafogo