PUBLICIDADE
Topo

Inter de Milão admite perder Lautaro e promete reposição de primeiro nível

Lautaro Martínez deve deixar a Inter de Milão e assinar com o Barcelona - Edward A. Ornelas/Getty Images/AFP
Lautaro Martínez deve deixar a Inter de Milão e assinar com o Barcelona Imagem: Edward A. Ornelas/Getty Images/AFP

Do UOL, em Porto Alegre

09/06/2020 09h12Atualizada em 09/06/2020 13h30

A Inter de Milão já admite perder Lautaro Martínez. O discurso que exigia o pagamento da multa rescisória para liberação do atacante de 22 anos perdeu força com o passar do tempo e a aproximação real do Barcelona. Agora, o CEO Beppe Marotta já fala em 'reposição de primeiro nível' quando cogita a saída do argentino.

"O clube não quer vender o Lautaro. Não sei o que pensa o Barcelona. Mas, quem sabe, existam alternativas. Espero que não paguem a cláusula (de rescisão). Mas, em caso de despedida, um jogador de primeiro nível será contratado para o lugar dele", disse em entrevista à Gazzetta dello Sport.

Marotta mostra discurso diferente do diretor técnico Piero Ausilio, que impôs o pagamento da multa rescisória como única alternativa para negociação. O valor definido em contrato é de 111 milhões de euros (R$ 604,5 milhões na cotação atual).

Enquanto isso, Lautaro teria firmado um acordo com o técnico Antonio Conte para deixar a Inter ao fim da temporada. O jogador foi convidado até por Messi para se transferir ao Barcelona.

Entre os 'alvos de primeiro nível', os italianos observam Cavani, que deixará o PSG, mas esbarra na concorrência do Atlético de Madri. Morata virou alternativa. Além disso, Milik, do Napoli, e Matheus Cunha, do Hertha, estão no radar.

O CEO do clube ainda comentou o interesse em Chiesa, da Fiorentina, e Tonali, do Brescia.

"Não escondo que são dois talentos. A Fiorentina tem expectativas econômicas altas sobre o Chiesa. Começamos a conversar com eles. Commisso (Rocco, presidente da Fiorentina) pede mais de 70 milhões (de euros). Tonali é mais acessível, uma operação que podemos construir", finalizou.

Internazionale