PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Di María reclama de ausência na seleção argentina: 'Não há o que dizer'

Di María não tem sido chamado pelo técnico Lionel Scaloni para seleção argentina - Laurence Griffiths/Getty Images
Di María não tem sido chamado pelo técnico Lionel Scaloni para seleção argentina Imagem: Laurence Griffiths/Getty Images

Do UOL, em Porto Alegre

08/06/2020 09h17Atualizada em 08/06/2020 11h21

Di María não está nada contente com o comando da seleção argentina. O jogador do PSG disse, em entrevista ao L'Équipe, que está perdendo as esperanças de ser chamado com frequência.

"Não há muito o que dizer. Acabo de terminar uma excelente temporada e não fui chamado nenhuma vez", reclamou o atacante.

Di María não joga pela seleção desde a Copa América de 2019. E segundo ele, está 'perdendo as esperanças' de ser chamado para a competição continental que aconteceria neste ano mas foi adiada para 2021 em razão da pandemia de novo coronavírus.

"Sempre estou à disposição da seleção. Esta temporada, eu tinha em mente jogar a Copa América. Mas ao ver que a cada convocação eu nem sequer era chamado, comecei a perder a esperança", lamentou.

Declarado campeão do Campeonato Francês com o PSG, Di María marcou 12 gols em 37 partidas. Seu clube ainda disputa a Liga dos Campeões, portanto, não encerrou a temporada.

"Tratarei de dar o máximo e tentar provar que tenho condições [de voltar à seleção]. Não me importa ser titular ou reserva, quero estar presente", disse o atacante de 32 anos.

Futebol