PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Palmeiras: Manifesto pró-democracia tem apoio de Rebelo e Belluzzo

Palestra Sinistro divulgou manifesto com apoio de mais de 500 pessoas - Divulgação/Palestra Sinistro
Palestra Sinistro divulgou manifesto com apoio de mais de 500 pessoas Imagem: Divulgação/Palestra Sinistro

Do UOL, em São Paulo

05/06/2020 18h21

Um grupo de mais de 500 palmeirenses assinou um manifesto pró-democracia que foi divulgado hoje pela página Palestra Sinistro, no Facebook. O manifesto conta com o apoio de alguns torcedores ilustres do clube, como Aldo Rebelo, ex-ministro do Esporte, e Luiz Gonzaga de Mello Belluzzo, ex-presidente do Palmeiras.

A lista ainda traz os nomes de membros da Mancha Alviverde que participaram da fundação da torcida organizada. A Mancha, entretanto, afirmou que eles não estão representando a instituição no manifesto.

"Nós Palmeirenses temos o histórico de lutas, temos a dignidade de vestir o nosso manto, então nos organizamos e de nossa organização nascemos dentro da ditadura e nela lutamos pelo nosso espaço na sociedade, pelo nosso espaço nas arquibancadas, brigamos pelo direito de ir e vir e com orgulho de vestir a nossa camisa e empunhar nossas bandeiras", diz o início do manifesto.

"As nossas bandeiras são pintadas com o suor de homens e mulheres, brancos, negros, índios, de todos os credos, de brasileiros e estrangeiros. Viemos de todos os rincões desta país, viemos de todas as quebradas e nosso grito não se calou e não vai se calar."

Leia abaixo a íntegra do manifesto divulgado pela página Palestra Sinistro:

MANIFESTO DE PALMEIRENSES QUE APOIAM A DEMOCRACIA E A CIÊNCIA E QUE REPUDIAM A MENTIRA E INTOLERÂNCIA

Nós Palmeirenses temos o histórico de lutas, temos a dignidade de vestir o nosso manto, então nos organizamos e de nossa organização nascemos dentro da ditadura e nela lutamos pelo nosso espaço na sociedade, pelo nosso espaço nas arquibancadas, brigamos pelo direito de ir e vir e com orgulho de vestir a nossa camisa e empunhar nossas bandeiras.

As nossas bandeiras são pintadas com o suor de homens e mulheres, brancos, negros, índios, de todos os credos, de brasileiros e estrangeiros. Viemos de todos os rincões desta país, viemos de todas as quebradas e nosso grito não se calou e não vai se calar.

Nossas bandeiras são tremuladas com a cor da inclusão social, são tremuladas pela força de nosso grito que pede respeito à democracia e ao direito de opinião. Nossas bandeiras são tremuladas pelo clamor de nossas gargantas que não se calam pelo direito ao trabalho, à moradia, à saúde e educação, nossas bandeiras tremulam pela razão de ter e ser um Palmeiras, gigante e de todos e todas.

Brigamos contra a imposição do sistema, levamos o Verde, de nossas camisas e de nossas bandeiras, em nossas vidas, é um lema, e a nossa união nos permitiu termos dignidade. Quiseram nos acabar, ressurgimos mais fortes, estamos presentes em todos espaços, participamos de manifestações populares, sejam elas culturais ou políticas, somos parte dos excluídos, lutamos por nossas ações sociais, cantamos contra a opressão nos estádios, e nada nos fará calar. Não precisamos falar quem somos para aqueles que não nos conhecem e/ou aqueles que acham que nos conhecem. Apenas somos, Palmeirenses, que bradam por justiça e democracia.

Repudiamos todos aqueles que negam esta história, mas que a usam, esquecendo de como nascemos e nos fortalecemos, repudiamos aqueles que não tem a capacidade de entender o significado de democracia e tenta, à força, ressignificar nossa história, repudiamos a violência, a intolerância, a mentira e não vamos nos calar.

Somos arquibancada, somos torcedores, somos pela vida, somos pela ciência, somos sempre PALMEIRAS.

Palmeiras