PUBLICIDADE
Topo

Cláusula permite que Palmeiras possa ganhar R$ 17,4 mi com Róger Guedes

Róger Guedes, atacante do Shandong Luneng, está na mira do Atlético-MG no mercado da bola - Reprodução/Instagram
Róger Guedes, atacante do Shandong Luneng, está na mira do Atlético-MG no mercado da bola Imagem: Reprodução/Instagram

José Eduardo Martins e Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo e Belo Horizonte

05/06/2020 11h11

Em 2018, o Palmeiras negociou Róger Guedes com o Shandong Luneng. Ainda assim, é possível que o Alviverde lucre com uma transferência do atacante no mercado da bola. Segundo apurou o UOL Esporte, há uma cláusula contratual que prevê o pagamento de 3 milhões de euros (R$ 17,4 milhões) ao Alviverde em caso de empréstimo para outras equipes brasileiras.

Sem muito espaço no time oriental, o jogador despertou o interesse de diversas equipes. Os chineses, por sua vez, não se mostraram contrários a liberar o jogador e até a contribuir com o pagamento de salários. Porém, é necessário que a equipe arque com a multa para o Alviverde.

Atlético-MG e Grêmio despontaram como interessados na contratação do jogador. Coincidentemente, o diretor de futebol do Palmeiras quando Róger Guedes fora negociado era Alexandre Mattos. Hoje, ele comanda o departamento do Galo. Porém, ele foi sugerido pela diretoria, antes mesmo da chegada do dirigente ao clube. O técnico Jorge Sampaoli também deu aval.

Róger Guedes, de 23 anos, deu os primeiros passos na carreira no Criciúma. O jogador teve boa passagem pelo Palmeiras, antes de ser negociado com o Shandong. Emprestado ao Galo, em 2018, marcou 13 gols em 28 partidas. Já pelo time chinês, na última temporada, balançou as redes 13 vezes em 25 duelos.

Palmeiras