PUBLICIDADE
Topo

Cazares, do Atlético-MG, faz festa em quarentena e é multado em R$ 130 mil

Cazares, durante partida entre Atlético-MG e Goiás - Alessandra Torres/AGIF
Cazares, durante partida entre Atlético-MG e Goiás Imagem: Alessandra Torres/AGIF

Daniela Mallmann

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

02/06/2020 15h38

O jogador equatoriano, Juan Cazares, do Atlético-MG, terá que pagar uma multa de R$ 130 mil reais para a prefeitura de Lagoa Santa, região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Segundo a prefeitura, no início de maio o meia promoveu uma festa em sua casa no condomínio Boulevard, em Lagoa Santa. Na ocasião ele foi apenas advertido de que eventos com aglomeração de pessoas estavam proibidos na cidade em função da pandemia do novo coronavírus.

No final de semana seguinte, no entanto, ele voltou a realizar outra confraternização e foi notificado pela administração pública.

No último sábado (30), a vigilância sanitária recebeu uma denúncia de vizinhos do jogador, de que uma nova festa estava sendo promovida no local.

"Ele não nos recebeu de imediato, ficamos na porta durante 30 minutos aguardando a PM chegar e só então eles abriram o portão. Com a PM no local ele foi notificado por escrito e dessa vez lavrado um auto de infração", informou o diretor de regulação urbana de Lagoa Santa, Henrique Melo.

O jogador terá que pagar a multa máxima no valor de R$ 132 mil reais para a prefeitura de Lagoa Santa.

"Não por ser o Cazares, uma figura pública mas sim pela reincidência e pela quantidade de pessoas que ele expôs", concluiu Melo.

No domingo (31), um dia após a festa, o Atlético Mineiro divulgou o resultado do teste de coronavírus feito no clube, no qual Cazares testou positivo para a covid-19. A reportagem entrou em contato com a assessoria do clube, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.

Futebol