PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Botafogo abre espaço no elenco ao liberar jovens sem espaço

Vinicius Tanque deixou o Botafogo em definitivo e encabeça lista de jovens que perderam espaço no elenco - Thiago Ribeiro/AGIF
Vinicius Tanque deixou o Botafogo em definitivo e encabeça lista de jovens que perderam espaço no elenco Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

02/06/2020 04h00

O período de quarentena deu tempo ao Botafogo para se organizar e abrir espaço no elenco. Alguns jogadores formados pelas categorias de base não souberam aproveitar as oportunidades e ficaram sem espaço na rotação. Alguns deles vinham sendo utilizados apenas para completar treinamentos. Outros nem isso.

Emprestado ao Cartagena, da Espanha, desde o início do Campeonato Carioca, Vinícius Tanque já poderia assinar um pré-contrato para deixar o Alvinegro de graça no fim do ano. O Botafogo se antecipou e fez uma rápida negociação para não sair de mãos abanando.

O Alvinegro carioca concretizou a venda para os espanhóis sem custo e manteve 10% dos direitos econômicos do atleta. Assim, o Botafogo poderá ter algum lucro com uma possível negociação futura de Vinicius Tanque, segundo revelou o jornal O Dia.

Além de Tanque, o Botafogo também já havia vendido Gustavo Bochecha para o Juventude. O volante havia se destacado no Rio de Janeiro em 2019, mas perdeu espaço. Apesar do bom futebol, o jogador era visto como "sem vontade", o que tirou futuras oportunidades.

O Juventude havia tentado negociações por empréstimo, mas ela foi recusada. Em seguida, os gaúchos tentaram compra dos 100%, mas sofreu nova negativa. Os cariocas entendem que o jogador tem potencial e preferiram manter 50% dos direitos econômicos do atleta.

No início do ano, Rickson, sem muitas oportunidades, foi emprestado ao Atlético-GO. A ideia era fazer o mesmo com Wenderson, mas não houve acordo com o atleta, que não gostou dos clubes que apareceram dispostos a levá-lo.

Já Igor Cássio é um caso peculiar. Atuando, mostrou potencial e fez gols importantes, mas o comportamento fora de campo tem sido apontado como um inimigo do atleta, de acordo com o Canal do TF. Com contrato até setembro, terá situação analisada até o fim e é possível que o Botafogo faça a opção por não renovar. Já Lucas Campos, com contrato até dezembro, está fora dos planos.

Botafogo