PUBLICIDADE
Topo

Cuca aprova volta de Fred ao Fluminense e revela conversas com Colo-Colo

Técnico Cuca comanda treinamento do São Paulo na véspera de jogo do Brasileirão - Marcello Zambrana/AGIF
Técnico Cuca comanda treinamento do São Paulo na véspera de jogo do Brasileirão Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/06/2020 13h36

Para Cuca, o retorno de Fred para o Fluminense será benéfico para ambas as partes. Convidado do Jogo Aberto de hoje, o treinador recordou sua passagem pelo Tricolor em 2009 e exaltou o atacante, que assinou com o clube carioca até julho de 2022.

"Eu sou fã do Fred. Trabalhei com ele em 2009, naquele Fluminense, naquele 1% que a gente tinha de chances, e ele foi o símbolo do time. Capitão do time, junto com o Gum e o Conca, pegou e fez aquele milagre. O jogador é quem resolve tudo", disse Cuca, recordando a luta do Flu contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro daquele ano.

"O Fred não estava vivendo um grande momento neste último ano no Cruzeiro. Acho que essa ida dele para o Fluminense vai ser uma coisa muito boa para ele, e para o Fluminense também. O lugar onde ele tem prazer de trabalhar, o carinho total. Já foi bicampeão brasileiro, é ídolo, artilheiro. Foi uma grande pedida. Eu acredito que vai ser tão bom para o Fluminense quanto para o Fred", completou.

Sem um clube desde sua saída do São Paulo, em setembro do ano passado, Cuca revelou que quase acertou com o Colo-Colo (CHI).

"Dois, três meses atrás, eu estava praticamente acertado com o Colo-Colo. (...) Naquela ocasião, pelo que eu olhei, eu precisava de uns dois jogadores para melhorar ainda mais o time e lutar por alguma coisa na Libertadores, e o pessoal de lá me disse que não poderia", contou o treinador.

Em relação ao seu desligamento do Tricolor paulista, o técnico disse não ter arrependimentos.

"Não me arrependi não. Eu vi que, naquele momento, estava estagnado. O São Paulo podia dar uma arrancada em busca do título. Quando eu me reuni com o Pássaro e com o Raí, falando em cima disso, era nos resultados, principalmente em casa, que não estavam vindo. E eu não via a evolução necessária para dar o arranque final. Foi em cima disso que conversei com eles e resolvi sair", falou.

UOL Esporte vê TV