PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Caio Martins renasce em pandemia e seguirá como a casa da base do Botafogo

Após 77 dias sem atividades, gramado do Caio Martins apresenta melhora considerável durante pandemia - Arquivo Pessoal
Após 77 dias sem atividades, gramado do Caio Martins apresenta melhora considerável durante pandemia Imagem: Arquivo Pessoal

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/05/2020 04h00

O Botafogo está no início da construção do seu novo centro de treinamento, em Vargem Grande (zona oeste do Rio de Janeiro). Enquanto o local não fixa pronto, todos os atletas do clube seguem em suas atuais instalações. Os profissionais, no Nilton Santos, e as categorias de base, no Caio Martins.

Cedido ao Botafogo até março de 2023, o estádio em Niterói seguirá recebendo a garotada, que terá uma grata surpresa quando os treinamentos forem retomados. Por causa da pandemia do novo coronavírus e, consequentemente, a suspensão das atividades, o gramado renasceu e apresenta uma melhora considerável.

Se até então a grama aparecia apenas em alguns pedaços e com grande parte de terra no meio de campo, a realidade é outra. As mudas deixaram de ser pisoteadas e floresceram com tranquilidade. O que se vê neste momento é um verdadeiro tapete.

Apesar da boa notícia, ainda não há qualquer previsão da volta dos garotos aos treinamentos. Internamente há uma noção de que nada mudará até o fim de setembro. Enquanto isso, os jovens mantêm a forma com treinos em casa orientados pelas comissões técnicas através da internet.

Já com relação ao novo centro de treinamento, a previsão é os treinamentos no local comecem já no primeiro semestre de 2021. A ideia é que as categorias de base sejam a mais beneficiadas com a mudança. Segundo alguns dirigentes, os profissionais podem seguir no Nilton Santos, mesmo com o fim das obras.

Botafogo