PUBLICIDADE
Topo

Médico fala de risco alto de contaminação da população e elogia Flamengo

Márcio Tannure (primeiro à esquerda), médico do Flamengo, esteve com Bolsonaro para discussão sobre volta do futebol - Reprodução/Instagram
Márcio Tannure (primeiro à esquerda), médico do Flamengo, esteve com Bolsonaro para discussão sobre volta do futebol Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, no Rio de Janeiro

27/05/2020 20h32

Peça importante na retomada do futebol no Flamengo, o médico Márcio Tannure analisou o momento da pandemia do coronavírus e crê que grande parte da população será contaminada.

"Em algum momento a maioria da população, e todos nós, vão acabar sendo contaminados de alguma forma. Sabemos que a grande maioria é de positivos assintomáticos, por isso esse acompanhamento diário. É muito importante entender isso, porque sabemos que o diagnóstico precoce, o isolamento e a quarentena são grandes diferenciais no tratamento da doença. A maioria que passa por isso tem evoluído de maneira satisfatória, e foram exatamente os 38 casos que tivemos aqui ", disse Tannure.

O médico elogiou o investimento do Flamengo na compra de testes e também equipamentos que estão sendo usados no dia a dia de jogadores e comissão técnica. O clube adquiriu um pórtico responsável pela desinfecção dos profissionais.

"Já tínhamos aqui um pequeno laboratório de bioquímica, com aparelhos de última geração, utilizados em UTI e CTI, e já usávamos desde o ano passado. São máquinas que nos auxiliam na realização de testes para o Covid. Base do retorno seguro é a testagem em massa. Flamengo fez uma grande aquisição de testes para testarmos todos duas vezes por semana. Não existe ambiente 100% seguro nessa pandemia", ressaltou ele.

Flamengo