PUBLICIDADE
Topo

Pedrinho vê injustiça em retorno do futebol antes de outras atividades

O ex-jogador Pedrinho, comentarista do Grupo Globo - reprodução/ESPN Brasil
O ex-jogador Pedrinho, comentarista do Grupo Globo Imagem: reprodução/ESPN Brasil

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/05/2020 22h33

Comentarista do Grupo Globo, Pedrinho afirmou que os protocolos dos clubes para o retorno do futebol são muito bons, mas que não é justo colocá-los em prática antes do retorno de outras atividades, como o comércio e a educação.

"O jogador de futebol não aguenta mais ficar em casa, mas o comerciante e o professor também não aguentam mais. Mas eles estão cumprindo protocolos. São os órgãos de saúde que têm a capacidade de falar a hora que vai voltar. Eu sou muito a favor do retorno do futebol. Eu vivo disso. Mas não acho justo o futebol ter privilégios. Se o futebol vai ter protocolos, quem disse que o comércio também não vai ter? Quem disse que eles não têm estrutura para fazer seus próprios protocolos?", opinou em participação no troca de Passes, do SporTV, hoje.

Para o comentarista, os protocolos podem até estar corretos, mas o momento ainda não é o ideal para pensar no retorno.

"A questão é que não é o momento. Estamos um estágio abaixo. Os protocolos dos clubes são perfeitos. Mas para serem usados um pouco mais para a frente, pensando na questão da saúde", completou.

UOL Esporte vê TV